Jornal do Brasil

Rio

O Leblon agora tem sua própria Parada Gay

E a segunda edição acontece no próximo domingo (10)

Jornal do Brasil

"Tire o seu racismo do meu caminho, que eu vou passar com minha cor", é o tema do ato que acontece na Cruzada São Sebastião. A 2° edição da Parada LGBT do Leblon será realizada neste domingo, e abordará o preconceito racial. A passeata conta com o apoio da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio (CEDS RIO). A organização espera que cerca de 10 mil pessoas compareçam ao evento, marcado para começar ao meio-dia.

"Pelo segundo ano consecutivo, a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual abraçou o projeto da Parada LGBT do Leblon, na Cruzada São Sebastião. É importante continuar buscando visibilidade pela luta contra qualquer tipo de preconceito, seja ele por orientação sexual, identidade de gênero, cor ou religião. Precisamos levantar a bandeira da diversidade todos os dias. Porque o mundo é diverso, e todas as pessoas merecem respeito", ressalta o Coordenador Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, Nélio Georgini.

Realizado no conjunto habitacional Cruzada São Sebastião, à margem do Jardim de Alá, a Parada é organizada por Thabata Rios, de 31 anos, mulher transexual, nascida e criada no local. "Meu intuito é atrair LGBTs de todos os lugares da cidade. A Cruzada São Sebastião é muito peculiar, estamos no asfalto e na Zona Sul, mas estamos segregados. Por isso, convido todos que sofrem por sua condição social, sexualidade, identidade de gênero, raça ou qualquer outro motivo", pontua Thabata.

Cerca de 35 artistas LGBTs ou que lutam pela causa irão animar a festa, que terá um trio elétrico. Antes disso, às 10h, haverá um trabalho social com recreação para crianças, corte de cabelo gratuito, 2ª via de documentos, distribuição de lanches e materiais de prevenção às DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).

SERVIÇO: Parada LGBTQI do Leblon / Local: Rua Humberto de Campos, Leblon. / Dia: 10 de novembro de 2019 / Horário: meio-dia.