Rio

MPRJ denuncia Cabral e Pezão por uso de caixa 2 em campanha de 2014

Essa é mais uma contra os ex-governadores do Rio

O Ministério Público do  Rio de Janeiro (MPRJ) entrou com mais uma ação na Justiça contra os ex-governadores do Rio de Janeiro Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão por uso de caixa 2 em campanha eleitoral de 2014.

Os procuradores pedem a condenação por improbidade administrativa e a indisponibilidade de mais de R$ 300 milhões. O então governador Cabral atuou como arrecadador de dinheiro para a campanha de Pezão em 2014. Naquela época, Pezão era vice-governador e acumulava o cargo de secretário estadual de obras.

Em depoimento na última-sexta feira (29), Cabral, disse que a campanha de Pezão custou R$ 400 milhões. Defesa de Pezão disse que não foi informado e por isso não vai se posicionar. 

Prisão

 Ambos do MDB, Cabral está preso desde novembro de 2016 e Pezão está preso desde novembro de 2018.