Rio

Operação policial no Complexo da Penha deixa dois baleados

Duas pessoas ficaram feridas durante um intenso tiroteio no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã de ontem. Segundo relato dos moradores, houve disparos em diversos pontos da comunidade. As duas pessoas atingidas pelos tiros deram entrada no Hospital Getúlio Vargas ainda durante o dia e foram submetidas a cirurgia. Um dos baleados é um adolescente de 17 anos, cujo quadro de saúde se apresenta estável, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. O outro é Joseilton de Jesus Cavalcante, cabo licenciado do Exército. Ele trabalhou durante 8 anos na Diretoria de Fabricação das Forças Armadas. Cavalcante ia buscar sua moto durante a manhã quando foi atingido nas duas pernas. Na madrugada de sábado para domingo, os moradores já denunciavam um intenso tiroteio. Estava prevista a realização do Baile da Gaiola, na rua Cajá, no Morro da Chatuba, uma das comunidades que integram o Complexo da Penha. Em vídeo que circula nas redes sociais é possível ver o momento em que a festa é interrompida por causa do tiroteio.