Rio

Pelo menos seis testemunhas citam ex-capitão do Bope como assassino de Marielle, diz jornal

De acordo com o 'The Intercept Brasil', dez meses após a execução da vereadora, DH chega ao nome do suspeito

Reprodução
Credit...Reprodução

Ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar foi mencionado por pelo menos seis testemunhas como autor dos disparos que mataram Marielle Franco em inquérito da Polícia Civil, de acordo com o The Intercept Brasil.

Macaque in the trees
The Intercept Brasil (Foto: The Intercept Brasil)

O The Intercept Brasil optou por manter a identidade do ex-capitão do Bope em sigilo, para não comprometer as investigações.

Segundo o jornal, após ser expulso da Polícia Militar por envolvimento com a máfia, o suspeito passou a trabalhar exclusivamente como mercenário de bicheiros, políticos e quem mais estivesse disposto a pagar por seus serviços. Outro ex-oficial, que pertence ao grupo paramilitar do ex-capitão, também teve participação no assassinato de Marielle, de acordo com o inquérito.

Milicianos são os principais suspeitos de serem os mandantes do crime.

Apesar da conhecida ligação do ex-capitão do Bope com a contravenção, a hipótese de envolvimento de bicheiros no crime contra Marielle e Anderson foi praticamente descartada pela Divisão de Homicídios.

Macaque in the trees
Marielle Franco (Foto: Renan Olaz / Câmara Municipal do Rio)



The Intercept Brasil
The Intercept Brasil
Marielle Franco