Jornal do Brasil

Rio

Deputado Chiquinho da Mangueira deixa prisão

Jornal do Brasil

O deputado estadual Francisco Manoel de Carvalho, conhecido como Chiquinho da Mangueira (PSC), deixou o presídio Pedrolino Werling de Oliveira, no Complexo de Gericinó, na zona norte do Rio de Janeiro, na tarde de hoje (16). Ele foi solto por meio de uma liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e agora passa a cumprir prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica.

A medida liminar foi concedida pelo presidente da Corte, ministro João Otávio Noronha, mas pode ser revogada, pois ainda será analisada pela 5ª Turma do STJ.

Macaque in the trees
Chiquinho da Mangueira, ao centro. (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil )

Chiquinho da Mangueira foi preso em 8 de novembro do ano passado, na Operação Furna da Onça, junto com outros seis deputados estaduais fluminenses. A operação investiga a participação de deputados em um esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e loteamento de cargos públicos. É um desdobramento da Operação Cadeia Velha, que levou para a cadeia os deputados Jorge Picciani e Paulo Melo, ex-presidentes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).