Jornal do Brasil

Rio

Preso advogado ligado a Pezão

Jornal do Brasil

A constatação de que o advogado Tony Lo Bianco interferiu para impedir a investigação de esquema criminoso envolvendo o governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (MDB), levou a procuradora-geral, Raquel Dodge, a requerer, na última sexta sua prisão preventiva. Determinada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça, Felix Fischer, no último domingo, a medida cautelar foi executada na manhã de ontem, pela Polícia Federal. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão em quatro endereços ligados ao advogado e na residência de Sérgio Beninca.

As informações foram divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social da Procuradoria. O governador do Rio está preso desde 29 de novembro.

Lo Bianco é advogado da empresa Kyocera, uma das integrantes do consórcio que venceu a licitação para as obras de iluminação do Arco Metropolitano, orçada em mais de R$ 96 milhões. Já Beninca, possui ligações com Cézar Amorim, um dos alvos da operação deflagrada em 29 de novembro.

Segundo a Procuradoria, ‘a atuação irregular do advogado foi descoberta durante o cumprimento dos mandados da Operação Boca de Lobo’, que prendeu Pezão (MDB), e outras oito pessoas no dia 29 de novembro. (Com Agência Estado)