Rio

Dornelles diz que dará prosseguimento à transição no Rio

Vice assume o governo após prisão de Pezão

O vice-governador do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, informou hoje (29), em nota, que dará prosseguimento aos trabalhos de transição de governo. O governador fluminense, Luiz Fernando Pezão, cujo mandato se encerra em 31 de dezembro deste ano, foi preso na manhã desta quinta-feira pela Polícia Federal, na operação denominada Boca de Lobo, uma nova fase da Operação Lava Jato.
Dornelles, que assume interinamente o governo, disse que manterá todas as ações previstas no Regime de Recuperação Fiscal (RRF) do estado.

O governador eleito, Wilson Witzel, que assumirá em 1º de janeiro de 2019, divulgou nota à imprensa em que diz que a transição não será afetada pela prisão de Pezão. “A equipe do governador eleito seguirá trabalhando para mudar e reconstruir o Rio de Janeiro”, diz a nota.

Recuperação Fiscal
Dornelles garantiu ainda a continuidade das ações do Regime de Recuperação Fiscal do estado, com a manutenção de todas as ações previstas.

No comunicado, o governador em exercício reitera seu interesse na manutenção do bom relacionamento com os demais Poderes do Estado.