Jornal do Brasil

Rio

Prefeitura do Rio corrige informação sobre investigação no BRT Transcarioca

Jornal do Brasil

Matéria publicada anteriormente continha uma informação errada, passada pela assessoria de imprensa da Prefeitura do Rio de Janeiro. As construtoras Camargo Corrêa e Odebrecht não participaram do consórcio construtor da Transcarioca, linha de BRT (Bus Rapid Transit, linhas de ônibus articulados em corredores exclusivos) que liga a Barra da Tijuca, na zona oeste, ao Aeroporto do Geleão, na zona norte do Rio.

De acordo com a Prefeitura carioca, o consórcio construtor da Transcarioca foi formado pelas empreiteiras Andrade Gutierrez, OAS, Carioca Engenharia e Conter, e não por Camargo Corrêa e Odebrecht, como informado inicialmente.

A Prefeitura do Rio abriu investigação para apurar supostas irregularidades na construção da pista do BRT Transcarioca, uma das obras de mobilidade urbana construídas por ocasião do projeto olímpico. A suspeita é de prejuízos de cerca de R$ 15 milhões.

De acordo com a atual administração municipal, foram realizadas inspeções em dez estações do BRT ao longo dos 39 quilômetros da Transcarioca. Nos locais teriam sido constatadas irregularidades relacionadas a superfaturamento e/ou falhas no cumprimento do projeto original. O levantamento aponta ausência de material como concreto, ferro e malha de aço.

O processo de investigação deve durar sete dias, e o relatório será encaminhado ao Ministério Público do Estado. Ele foi aberto a partir da delação premiada do ex-secretário municipal de Obras do Rio Alexandre Pinto.

Ele admitiu ter recebido 3% de propina em contratos da Prefeitura, entre eles a Transcarioca. Na última semana, a 7ª Vara Federal Criminal do Rio condenou o ex-secretário a 23 anos, 5 meses e 10 dias de prisão pelo crime de lavagem de dinheiro.

Segundo a prefeitura, as construtoras Andrade Gutierrez, OAS, Carioca Engenharia e Conter, envolvidas na construção do BRT Transcarioca, serão convocadas para prestar esclarecimentos.

A reportagem aguarda posicionamento das empreiteiras e do ex-prefeito do Rio e candidato ao governo do Estado, Eduardo Paes (atualmente no DEM).

 



Tags: rio brt

Recomendadas para você