Rio

Defesa Civil decide manter interdição do prédio do Museu Nacional

A Defesa Civil do município do Rio vai manter interditado o prédio do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, consumido por um incêndio iniciado na noite deste domingo (2), após vistoria feita na manhã desta segunda-feira (3) que verificou grande risco de desabamento interno, que pode ocorrer com a queda de trechos remanescentes da laje, parte do telhado que caiu e paredes divisórias do local.

Na área externa, contudo, devido à espessura das fachadas, não há risco iminente, de acordo com os técnicos. Entretanto, foram constatados problemas pontuais, como queda de revestimento, adornos e materiais decorativos (estátuas) fazendo com que a área de projeção das fachadas também permaneça isolada.

Base avançada

A Defesa Civil mantém, desde a noite de domingo, uma base avançada de comando na Quinta da Boa Vista. Ao todo, cinco técnicos (um deles, engenheiro) participaram, ao longo da noite e madrugada, das ações de combate ao fogo e rescaldo com o Corpo de Bombeiros e outros órgãos.

O órgão vinha ministrando, desde março, treinamento básico a 200 funcionários do Museu Nacional para capacitação no combate a princípios de incêndios. A parceria, inédita, foi iniciada em março deste ano e oferecia noções preventivas básicas de segurança de instalações.

Neste tipo de treinamento (que segue o padrão dos cursos ministrados pela Defesa Civil para instituições públicas) constam aulas teóricas sobre prevenção de riscos e acidentes, além de aplicação prática de conhecimentos, em que os participantes aprendem as regras de manuseio de extintores e botijões de gás. No último dia 16, o órgão capacitou a quinta turma do curso.