200 anos de memoria cultural

Instituição tem acer vo com mais de 9 milhões de obras e r ecebe centenas de pessoas diariamente

José Luiz de Pinho

A cultur a e a memória do Br a - sil estão em festa hoje, dia em que a Biblioteca Nacional com - pleta 200 anos fundação . Eleita este ano pela Unesco uma das dez maior es bibliotecas nacio - nais do m undo , a instituição fes - teja, também, o centenário de fundação do prédio , na Cinelân - dia, Centr o do Rio . – A memória cultur al do Br a- sil tem uma gar antia de 200 anos no passado e infinitos no futur o . E essa gar antia é a Bi- blioteca Nacional – enalteceu ao

JB

, o pr ofessor Muniz So- dré, pr esidente da instituição bicentenária há cinco anos. Com acer v o de mais de 9 mi - lhões de obr as, a Biblioteca r e - ce be por dia centenas de pes - quisador es, estudantes e turis - tas no prédio da Fundação Bi - blioteca Nacional (FBN), vincu - lada ao Ministério da Cultur a.

Novos pr ojetos da FBN

O ministr o da Cultur a, J uca F err eir a, e o pr esidente da FBN , Muniz Sodré, participam hoje, às 16h, de uma coleti v a, quando o BNDES e Ministério da Ciên - cia e T ecnolo gia an unciarão os no v os in v estimentos par a os fu - tur os pr ojetos da instituição . A criação da Biblioteca, no iní - cio do século 19, culminou com a tr ansferência da f amília r eal e da corte portuguesa par a o Rio , depois que Napoleão Bonapar - te in v adiu P ortugal, em 1808. Um acer v o de 60 mil peças f oi tr azido par a o Rio e colocado no Con v ento da Or dem T er ceir a do Carmo , na Rua Dir eita, hoje Rua Primeir o de Março . Em 29 de outubr o de 1810, de - cr eto do príncipe r egente deter - minou que o lugar acomodasse a Real Biblioteca, fr anqueada ao público em 1814. A f amília r eal r eg r essou a P ortugal, em 1821, e um acor- do entr e os dois países deu ao Br asil a pr opriedade do prédio da FBN , pr ojetado pelo gene- r al F r ancisco Mar celino de Sousa Aguiar e e xecutado pe- los engenheir os Napoleão Mu- niz F r eir e e Alberto de F aria.

Exposição comemorativa

Na quarta-feir a, a Biblioteca Nacional a brirá ao público a e xposição Biblioteca Nacional 200 Anos: Uma Defesa do In- finito . Uma f antástica seleção de 200 peças originais e xibirá as maior es pr eciosidades e cu- riosidades sob guar da da ins- tituição . A cur adoria é do es- critor Mar co Lucc hesi.

MODERNIDADE

– A vistosa fachada e o suntuoso interiorFotos CPDoc

HISTÓRIA

200 anosde memória cultural

PASSADO

– Constr uído no século 19, o prédio da Biblioteca Nacional já mostrava a sua imponência