Boca de urna come solta na entrada das seções eleitorais

-->Cinco candidatos e 111 cabos eleitorais foram detidos durante as votações de ontem-->A pesar da pr oibição do T ribu- nal Superior Eleitor al, que con- sider a crime a distribuição de ma- terial de pr opaganda no dia das eleições, não f oi difícil encontr ar pelas ruas da cidade ca bos elei- tor ais tentando con v encer elei- tor es indecisos momentos antes de eles c hegar em às urnas. No bairr o do Catumbi (Zona Norte), er a quase impossív el entr ar no Educandário Nossa Senhor a de Nazaré, na rua Dr . Ag r a, z ona eleitor al de g r ande parte dos mor ador es do Com - ple xo de São Car los. No acesso à escola, ca bos elei- tor ais de di v e r sos partidos polí- ticos disputa v am eleitor es que se apr o xima v am par a v otar . No Rio Comprido , em um dos acessos ao Morr o do T ur ano , a boca de urna também comeu solta. Mesmo diante da polícia, a atuação dos ca bos eleitor ais f oi desenfr eada. – No dia da eleição pagam mais do que nos outr os dias. Rece bia em média R$ 30 par a panfletar antes hoje (ontem) – r elatou a ca bo eleitor al Mar lene V iola, que atuou no Estácio . – No dia da v o - tação , r ece bi R$ 50.-->Repr essão-->Ao todo , com o fim da v otação , às 17h, no Rio , cinco candidatos f o r a m autuados e 111 pessoas de- tidas no pelo crime de boca de urna e pr opaganda irr egular .-->Lixo-->Equipes de fiscalização r eco- lher am mais de uma tonelada de material de pr opaganda só na ci- dade do Rio .