Domingo de sonho e de choro

-->Rio-->Militares que concorrem às eleições de 3 de outubro buscam eleitores-->O concur so par a Soldado da P o - lícia Militar ser viu como cenário de campanha política par a mi- litar es da PM às eleições de 3 de outubr o . Candidatos que t r ata- r a m de conquistar v otos dos fu- tur os colegas de f ar d a. F oi o caso do 3º sar gento Silv a Nunes, do PR TB, que concorr e a deputado estadual. Entr e um e outr o planfleto que distribuía na Uerj, ele pr ometia aos candidatos do concur so lutar na Assembléia Legislati v a por um plano de car- gos e salário par a a PM. – Um soldado hoje ganha R$ 1.089,00 e d emor a 10 anos p ar a c hegar a ca bo – e xemplificou o sar - gento – Já o aspir ante sai da Escola de Oficiais e em 10 anos c hega a major , acima de capitão . T e mos que m udar essa r e alidade. Há 18 anos na PM e lotado na Escola Superior da PM, em Niterói, Silv a Nunes usou a própria r ea - lidade par a ilustr ar o que c hama de incoerências na cor por ação . – Estou há 18 anos na PM e sa be quanto ganha um 3º sar gento? R$ 2.400 r eais – r e v elou. – E por que isso acontece? P or que não há um plano de carr eir a p ar a os pr aças, ou seja, quem é d e soldado até subtenente. Além de Silv a N unes, outr os dois candidatos mar car am pr e- sença entr e os calour os a futur os soldados da cor por ação: o cor onel P aul, candidato a d eputado fe- der al pelo DEM, e o ca bo Gur gel, que concorr e a deputado esta- dual pelo PTB. Ambos são lotados no Departamento Ger al de P e s- soal da PM. -->(Continua)-->José Luiz de Pinho-->São 68.655 candidatos, entr e homens e m ulher es, buscando , em sua g r ande maioria, conquis- tar a esta bilidade de um empr ego público , v estindo a f ar da da P o - lícia Militar . A pesar dos riscos da pr ofissão e do salário de R$ 1.089,00, pouco mais de dois sa- lários minimos. E, par a uns, o do- mingo f oi de sonho , par a outr os, um pesadêlo . Ontem, eles vier am de várias partes do Br asil tentar a sorte e uma das 3.600 v agas ofer ecidas no Cur so de F ormação de Soldados da PM do Rio , média de quase 20 candidatos por v aga. Disputa que r e unia gente com o ensino médio c ompleto , mí - nimo e xigido pelo concur s o , e com cur s o superior . São 2.800 v agas par a o se xo masculino , e 800 par a o feminino . E as m ulher es mostr ar am dispo- sição de conquistar seu espaço entr e cer ca de 17 mil concorr en- tes. Na Uerj, um dos 23 locais de pr o v a espalhados pelo estado , as amigas Adriana Almeida, Agatha Barr eto e Anik e M artins c hega- r am às 11h, uma hor a antes da a bertur a dos portões, e esbanja- v am confiança. – Quer emos esta bilidade. O sa - lário não é lá essas coisas, mas é gar antido – afirmou Agatha, 18 anos, de Campo Gr ande. F ormada em Dir eito pela Uni- v e r sidade, há sete anos, e mo- r ador a de P edr a de G uar atiba, Adriana most rava c o r agem. – Não temos medo . Já estou tr einando com meu guar da-c huv a como se pega n um r e vólv er . V a - mos ser as meninas do Bope (Ba- talhão de Oper ações Especiais). A n i ke m o s t rava otimismo . – Estamos estudando há três me - ses e ser emos apr o v adas – gar a ntia a mor ador a de Santa Cruz. Mas te v e gente de mais longe. Como Matheus Rodrigues, 22 anos, e um g rupo de 10 amigos de Muriaé, Minas Ger ais, que vie- r am de v an tentar a sorte no Rio . – Entr ar par a a P M é ter es- ta bilidade. De soldado dá par a c hegar a oficial. P or isso , saímos às 3h de Muriaé e c hegamos às 9h30 – disse Matheus, f ormado em F armácia pela F aculdade de Minas. – Pr ometi casar com mi- nha noi v a se passar no concur so .-->COMPETIÇÃO-->Concurso para soldado da PM, na Uerj, atraiu até quem tem curso superiorFotos Rafael Moraes-->CAMP ANHA -->– Sar gento Silva Nunes busca votos de futur os soldados -->PÃO DE QUEIJO – Matheus (segundo à dir eita) veio com amigos mineir os de Muriaé-->OTIMISMO -->– Agatha, Adriana e Anike estão cer tas da apr ovação no concurso.