Mercado tem chegadas e partidas de peso em 2012

Seedorf, Forlán e Lúcio chegaram, Juninho saiu e R10 virou R49

Ser um dos maiores mercados do futebol faz do Brasil um forte exportador de jogadores para outros países. Em 2012, porém, alguns clubes foram contemplados com jogadores de grande renome internacional.

Seedorf, multicampeão pelo Milan, selou a contratação pelo clube a 30 de junho com status de ídolo aos 36 anos. O holandês mostrou que, apesar das lesões, pode ser muito útil em futuras conquistas do Botafogo.

Já Diego Forlán, melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, chegou ao Internacional com grande expectativa, porém não conseguiu mostrar sua melhor forma.

O Vasco, de longe, foi o que mais sofreu com a venda de jogadores: Rômulo, Diego Souza, Fagner e, no fim do ano, Juninho Pernambucano deixaram São Januário.

Quase no apagar das luzes, o São Paulo contratou o zagueiro Lúcio, pentacampeão pelo Brasil em 2002.

O rompimento entre Ronaldinho Gaúcho e o Flamengo também foi destaque no ano. Após brigas com Luxemburgo e com a presidente Patrícia Amorim, o então camisa 10 Ronaldinho deixou o clube e comandou a o vice do Atlético-MG no Brasileiro, a bordo da camisa 49.