Programação de Teatro - 30 de setembro a 6 de outubro

TEATRO/ESTREIAS

BASEADO NA RUA DE TRÁS -  Espetáculo da Outra Cia. de Teatro. Texto de Mateus Tiburi. Direção de Gustavo Damasceno. Com Carolina Ferman, Mateus Tiburi, Nara Parolini e Thiago Ristow. H é lançado numa cidade estranha e, num esforço kafkiano, tenta se enquadrar. A cidade tem suas próprias regras e o protagonista se perde numa espécie de labirinto, buscando seu lugar naquela estranha sociedade. Centro Cultural Solar de Botafogo, Rua General Polidoro, 180, Botafogo (2543-5411). Cap.: 30 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h15. Até 30 de outubro. Estreia na sexta (30/09)

DOR E DELÍCIA - Adaptação e direção de Felipe Vidal. Direção musical: Luciano Moreira. Com alunos formandos da Casa das Artes de Laranjeiras. O espetáculo foi construído a partir das  lendas relacionadas à conquista e destruição da cidade de Tróia pelos povos helênicos.  Segundo o poeta-épico, Homero, a guerra foi motivada pelo rapto de Helena, rainha de Esparta, por Páris, príncipe de Troia. O rapto deixou o rei Menelau enfurecido, dando início a uma guerra que durou 10 anos. Teatro Gláucio Gill, Praça Cardeal Arcoverde, s/nº, Copacabana (2332-7904). Cap.: 104 pessoas. 5ª, às 19h e 21h;  6ª, às 21h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h30. Até 14 de outubro. Estreou na quinta (29/09)

O PAI QUE PARIU - Texto de Bjarn Haukur Thorsson. Adaptação e direção de Claudio Torres Gonzaga. Com Wagner Trindade. Participação em vídeo da atriz Mariana Santos. Homem imagina que sua vida irá dar uma guinada de 180º quando sua mulher anuncia que está esperando o primeiro filho do casal. Teatro Leblon / Sala Fernanda Montenegro, Rua Conde Bernadote, 26, Leblon (2529-7707). 6ª e sáb., às 23h. R$ 60. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h15. Até 17 de dezembro. Estreia na sexta (30/09)

MUSAS - Texto de Nestor Caballero. Direção de Marcelo Morato. Direção musical e trilha sonora de Fabiano Krieger. Com Gaby de Saboya e Marcelle Sampaio. A peça promove o encontro ficcional entre  a pintora mexicana Frida Kahlo (1907-1954) e a poetisa norte-americana Sylvia Plath (1932-1963). Apesar de nunca terem se encontrado, suas vidas têm muito em comum: dores, amores, homens célebres e infiéis e obras consagradas legadas à posteridade, além da trajetória marcada por questionamentos políticos e feministas. Teatro Poeira, Rua São João Batista, 104, Botafogo (2537-8053). Cap.: 182 pessoas. 3ª a 4ª,  às 21h. R$ 40. Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 16 anos. Duração: 1h. Até 25 de outubro. Estreia na terça (04/10).

SAMBA, SUOR E CERVEJA...- Texto e direção de Fabrisio Coelho. Com Evellyn Alves, Alex Calmon, Rita Luz, Jefferson Jima, Veronica Basili. A comédia musical traz personagens típicos do cotidiano criativo e bem humorado do carioca. Teatro Princesa Isabel, Av. Princesa Isabel, 186, Copacabana (2275-3346). Cap.: 320 pessoas. 6ª e sáb, às 21h; dom., às 20h. R$ 40 (6ª) e R$ 50 (sáb.e dom.). Estudantes, professores municipais  e maiores de 60 anos pagam meia.  12 anos. Duração: 1h20.  Até 27 de novembro. Estreia na sexta (30/09).

TE QUERO COMO QUERES, ME QUERES COMO PODES - Texto de Aristides Vargas.  Direção de Orlando Orube. Trilha original: Tatá Sympa. Com Maria Alice Rodrigues e Renata Duarte Dutra. A peça faz um recorte contemporâneo do flagelo do crack através da trajetória de Catarina e Miranda que relembram suas vidas, com origem em uma família desestruturada, mãe omissa e pai violento que as jogou nas ruas, tudo em meio a fantasias poéticas próprias de meninas que poderiam ter tido um futuro promissor. Espaço Cultural Solar de Botafogo, Rua General Polidoro, 180, Botafogo (2543-5411). Cap.: 180 pessoas.  5ª a sáb., às 21h30; dom., às 20h30. R$ 40. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos.  Duração: 1h.  Até 30 de outubro. Estreia na sexta (30/09).

TEATRO/REESTREIAS

OS CAPANGAS – Texto de Rodrigo Candelot, Saulo Rodrigues e Paula Rocha. Supervisão Dramatúrgica de Ivan Fernandes. Direção de Rubens Camelo. Com  Charles Paraventi, Igor Paiva, Mário Hermeto, Aldo Perrota, Rodrigo Candelot e Saulo Rodrigues.  Três atores desempregados dividem um conjugado em Copacabana e  fazem de tudo para ganhar um trocado, de estátua viva a dublê em filmes B, até que recebem uma notícia que muda radicalmente suas vidas. Teatro Miguel Falabella, NorteShopping, Av. Dom Hélder Camara, 5.474,  Cachambi  (2595-8245). Cap.: 476 pessoas. 3ª e 4ª, às 20h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Duração: 1h20. Até 30 de novembro.

CASAR PRA QUÊ? – Texto de Alessandro Anes. Direção de Anja Bittencourt. Com Alessandro Anes e Ana Teresa Welerson. Comédia romântica sobre um casal: ele adora cerveja e futebol e ela,  shopping e novela. Apesar das diferenças, os dois não se largam e vivem um sem o outro. Teatro dos Grandes Atores, Shopping Barra Square, Av. das Américas, 3.555, Barra da Tijuca (3325-1645). Cap.: 396 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 60 (6ª e dom.) e R$ 70 (sáb.).  Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 16 de outubro. Reestreia na sexta (30/09)

OUTROS TEMPOS - Texto de Harold Pinter. Tradução e direção de Pedro Freire. Com Cristina Flores, Otto Jr. e Paula Braun, revezando com Miwa Yanagizawa. O casal Deeley e Kate recebe a visita de Ana, uma antiga amiga de Kate. A partir das lembranças dos passado, Deeley e Ana passam a disputar quem é mais próximo de Kate. Um jogo onde a verdade não importa:  o vencedor será aquele que conseguir impor melhor a sua versão dos fatos. Espaço Cultural Municipal Sergio Porto, Rua Humaitá 163, entrada pela Rua Visconde e Silva, Humaitá (2535-3846). Cap.: 98 pessoas.  6ª e sáb., às  21h; dom, às 20h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h10.  Até 30 de outubro. Cotações:  Ana Lúcia Vieira; * (Regular). Teresa Mascarenhas: ** (Bom). Reestreia na sexta (30/09). Reestreia na sexta (30/09).

AS MULHERES DA RUA 23 - Texto de Leandro Bertholini e Raphael Miguel. Direção de Carlos Alexandre. Com  Leo Campos e Leandro Bertholini. A peça conta com humor a história de duas amigas, que nos meados do século 19, se encontram todos os dias, no mesmo horário e local, para contar casos e histórias de vida. Os encontros se iniciam a partir da morte dos respectivos maridos das personagens e envolve uma atmosfera misteriosa que vai sendo desvendada ao longo da trama. Teatro Miguel Falabella /Sala Atores de Laura, NorteShopping, Av. Dom Hélder Camara, 5.332, 2º piso,  Cachambi  (2595-8245). Cap.: 40 pessoas. 6ª e sáb., às 20h e 21h30; dom., às 20h30. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Até 4 de dezembro. Reestreia na sexta (30/09).

TIM MAIA - VALE TUDO, O MUSICAL  - Texto de Nelson Motta. Direção de João Fonseca. Direção musical de Alexandre Elias. Com Tiago Abravanel, Isabella Bicalho, Lilian Valeska, Pedro Lima e elenco.  A trajetória do controverso e anárquico Tim Maia é contada através de episódios memóraveis e hilários  radiografados com precisão de detalhes por Nelson Motta, amigo e autor da sua biografia. Oi Casa Grande, Av. Afrânio de Mello Franco, 290, Leblon (2511-0800). Cap.: 926 pessoas. 5ª a sáb., às 21h; dom., às 19h. Preços: Plateia setor 3: R$ 40 (5ª e 6ª) e R$ 50 (sáb. e dom.); Plateia setor 2: R$ 60 (5ª e 6ª) e R$ 80 (sáb. e dom.);  Plateia setor 1: R$ 80 (5ª e 6ª) e R$ 100 (sáb. e dom.);  Plateia setor vip: R$ 80 (5ª e 6ª) e R$ 100 (sáb. e dom.); Camarote: R$ 100 (5ª e 6ª) e R$ 120  (sáb. e dom.). Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 14 anos. Duração: 2h40 (com intervalo). Até 13 de novembro. Reestreia na sexta (30/09).  CotaçõesAna Lúcia Vieira: *** (Ótimo). Claudia Chaves: **** (Excelente). Teresa Mascarenhas: ** (Bom). 

>> Leia aqui a crítica de 'Tim Maia - Vale Tudo, o Musical'

Z.É. - ZENAS EMPROVISADAS - Em sua 20ª temporada, o show de humor com Fernando Caruso, Gregório Duvivier, Marcelo Adnet e Rafael Queiroga reúne esquetes variados, aula ao vivo de teatro com um diretor convidado e jogos de improviso, com temas sugeridos pela plateia. Nesta terça (04/10), a trupe recebe os humoristas Marcos Veras e Alexandre Regis.  Vivo Rio, Av. Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo (2272-2900). Cap.: 2.000 pessoas. 3ª, às 20h30. R$ 30 (plateia superior e auditório), R$ 40 (frisa), R$ 60 (auditório vip premium e camarote B) e R$ 100 (camarote A). Estudantes e idosos pagam meia. 16 anos. Menores de 16 anos acompanhados por responsáveis. Duração: 1h.  Até 31 de  maio.  Cotação/Claudia Chaves: ***(Ótimo)

DANÇA

ANA BOTAFOGO/MARGUERITE E ARMAND - Para celebrar os 35 anos de carreira e 30 como primeira bailarina do Theatro Municipal, Ana Botafogo apresenta o espetáculo ‘Marguerite e Armand’, uma versão de ‘A Dama das Camélias’, de Alexandre Dumas, com coreografia de Frederick Ashton, criada em 1963, especialmente para a bailarina inglesa Margot Fonteyn, que ao lado de Rudolf Nureyev no papel de Armand formou a mais famosa parceria da história do balé. Nesta remontagem assinada por Grant Coyle, do Royal Ballet, de Londres, Ana Botafogo terá como partner, no papel de Armand, Federico Fernández, o principal bailarino do Teatro Colón. Os dois dançarão a música original de Liszt, no ano do bicentenário de nascimento do compositor húngaro, com  participações especiais dos bailarinos Marcelo Misailidis e Joseny Coutinho que interpretam, respectivamente, o pai de Armand e o duque. A regência fica a cargo do maestro Henrique Morelenbaum, tendo como solista o jovem e virtuoso pianista do Teatro Colón, Iván Rutskauskasque. Theatro Municipal do Rio de Janeiro,  Praça Floriano, s/nº,  Centro (2332-9134 / 2332-9191). Cap.:  2.237 pessoas. Sáb. (01/10), às 16h; dom. (02/10), às 17h. R$ 30 (galeria), R$ 60 (balcão superior),  R$ 90 (platéia e balcão nobre) e R$ 540 (frisas e camarotes com seis lugares). Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 10 anos. Duração: 1h10. Vendas pela internet: www.ingresso.com.br / 4003-2330. Únicas apresentações.

CORVOS E GIRASSÓIS - Concepção e direção de Márcio Cunha. Intérpretes criadores: Renata Reinheimer e Márcio Cunha. Trilha sonora: Leonardo Miranda e Tássio Ramos. A coreografia é livremente inspirada em criações de Van Gogh refletindo através dp corpo os traços firmes e ondulados do artista, remetendo à atmosfera visceral de suas pinturas. Sesc Tijuca,  Rua Barão de Mesquita, 539, Tijuca (3238-2100). Cap.: 259 pessoas. 6ª, sáb. e dom., às 20h. R$ 16. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Comerciários associados:  R$ 4. 12 anos. Duração: 50 minutos. Até 2 de outubro.

MANIFESTA! -  O evento de dança contemporânea ocupa entre setembro e dezembro o  Teatro Cacilda Becker, sob curadoria de Gustavo Ciríaco. Na programação, espetáculos de dança contemporânea, além da exibição de filmes, oficinas e debates. A atração deste fim de semana é o espetáculo Desenquadrando Euclides, da coreógrafa mineira Adriana Banana e do coletivo Ur=H0R.  Em cena com a coreógrafa, os bailarinos Tuca Pinheiro, Karina Collaço, Lívia Rangel e Raul Corrêa se propõem a pensar como funcionam as relações do corpo com o espaço e desafia a ideia do espaço euclidiano proposto pelo matemático  Euclides de Alexandria (360 a.C. — 295 a.C), considerado o pai da geometria. Teatro Cacilda Becker,  Rua do Catete, 338, Catete, próximo ao Largo do Machado (2265-9933). Cap.: 160 pessoas. 6ª (30/09) e sáb. (01/10), às 21h; dom. (02/10), às 19h. R$ 10 e R$ 5 (meia).  Duração: 50 minutos. Livre. Duração: 50 minutos. Únicas apresentações.  

O QUE IMAGINO SOBRE A MORTE –  A criação coletiva dos coreógrafos e bailarinos Esther Weitzman, Paulo Marques e Toni Rodrigues  foi concebida a partir do tema da morte, com foco na perspectiva da morte física e da ausência, assim como da consciência das transformações impostas pela passagem do tempo no corpo e no movimento.  Teatro Dulcina, Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro, próximo à Cinelândia (2240-4879). Cap.: 429 pessoas. 3ª (04/10), às 19h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 50 minutos. Até 4 de outubro.

ÚNICAS APRESENTAÇÕES

A CASA - Espetáculo da Pangéia Cia. de Teatro. Texto de Diego de Angeli, Emanuel Aragão, João Marcelo Iglesias.  Direção de Diego de Angeli. Com Daniel Kristensen, Gabriel Salabert, Gabriela Carneiro da Cunha, Izadora Mosso Schettert.  O espetáculo fecha a  “Trilogia do Espaço”, projeto da Pangéia Cia. de Teatro que tem como objetivo discutir o comportamento do homem contemporâneo nos espaços que ocupa. Em  “A casa”, os atores se revezam nos possíveis papéis de uma família para estabelecer as relações e conflitos do  homem no espaço privado e familiar. Teatro Glauce Rocha, Av. Rio Branco 179, Centro (2220-0259). Cap.: 278 pessoas. 6ª (30/09) a dom. (02/10), às 19h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 164anos. Duração: 1h20. 

HERMANOTEU NA TERRA DE GODAH  – Com a Cia. Os Melhores do Mundo. O espetáculo faz uma sátira à diversidade de personagens épicos e bíblicos através da jornada de Hermanoteu, um pastor camarada e obediente, que  recebe a missão divina de guiar seu povo à Terra de Godah. Vivo Rio, Av.  Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo (2272-2900). Sáb. (01/10), às 21h30. dom. (02/10), às 20h. R$ 40 (frisas), R$ 60 (setor 3), R$ 70  (setor 2),  R$ 80 (camarote B),  R$ 90 (setor 1),  R$ 100  (setor vip e camarote A). Meia entrada para estudantes e maiores de 60 anos. 16 anos. Duração:  1h30. Menores de 16 anos somente acompanhados do responsável legal.

ISOPOR - Texto e direção de Rafael Souza-Ribeiro. Com Sabrina Araújo Costa, Leticia Guimarães e Paula Valente. Na Véspera de um novo ano, três amigas se reúnm em torno de um isopor de bebidas,e com muito bom humor, refletem sobre a vida. Desencantadas, não têm motivos para celebrar, mas com o réveillon surge a esperança de que dias melhores virão. Teatro Maria Clara Machado, Planetário da Gávea, Rua Padre Leonel Franca, 240, Gávea (2274-7722).  Cap.: 136 pessoas.  3ª (04/10) e 4ª (05/10), às 21h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos.  Duração:  1h15. 

PROGRAMAÇÃO CULTURAL DA PARADA DO ORGULHO LGBT -  Artistas da cena LGBT carioca, entre musas, cantoras, transformistas, fazem shows e espetáculos que  integram a programação oficial da 16ª Parada do Orgulho LGBT - Rio 2011. Na segunda (03/10), o projeto Autorretrato Laura de Vison apresenta o espetáculo Ao sair deixe suas lágrimas,  com Rose Bombom, Sthephanie Camburão e elenco. Na terça (04/10), Lorna Washington e Angela Leclery estrelam em Vozes da Diversidade no espetáculo Opereta carioca. O show conta com a irreverência de Luiza Moon, Nubia Pinheiro e Samara Castelli como doors. Casa de Cultura Laura Alvim, Av. Vieira Souto, 176, Ipanema (2332-2015). Cap.: 245 pessoas. 2ª (03/10) e 3ª (04/10), às 21h.  R$ 2. 18 anos. Únicas apresentações.

QUANTO TEMPO DA VIDA EU LEVO PRA SER FELIZ - Texto e direção de Silvio Guindane.  Direção musical e teclado: Caique Botkay. Com Camilla Amado, Denise Weinberg, Fernando Dolabella, Isabel Guéron e Luiz Carlos de Moraes. A comédia retrata duas famílias de classe média alta que tem o rumo de suas vidas transformado quando os filhos começam a namorar e mudar a dinâmica dos relacionamentos. Sesc Engenho de Dentro, Av. Amaro Cavalcanti 1.661, Engenho de Dentro (3822-4830). Cap.: 147 pessoas. 6ª (30/09), às 20h. R$ 12. Estudantes, menores de 21 anos e maiores de 60 anos pagam meia. R$ 3: comerciários associados. 14 anos. 

GRÁTIS 

HUMOR & COMPANHIA – O HUMOR NA MÍDIA E NAS ARTES – O projeto tem por objetivo mostrar e discutir o humor que se faz hoje na mídia impressa, TV,  internet e nas artes em geral. Nesta terça (04/10), o debate “Teatro: A comédia popular” reúne os diretores Amir Haddad e Flávio Marinho, com mediação do jornalista Mauro Ventura. Durante a discussão, apresentações pocket do grupo Tá na Rua. Centro Cultural Banco do Brasil / Teatro 1, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2020). Cap.: 100 pessoas. 3ª (04/10), às 18h30. Grátis, com retiradas de senhas uma hora antes. 16 anos.  

ZÉ KÉTI: EU SOU O SAMBA - Texto E roteiro de  Maria Helena Kühner. Direção de Sergio Fonta  Direção musical de Josimar Monteiro. Com  Sérgio Menezes, Rodrigo Candelot   e  Sanny Alve. O musical  relembra  agitada, diversificada e surpreendente vida do cantor e compositor Zé Kéti (1921-1999), suas  músicas até hoje cantadas ( Máscara Negra, A Voz do Morro, Malvadeza Durão, Opinião,  etc.), que fizeram a ligação do samba de morro e das escolas da samba com a Zona Sul, e com os intelectuais e artistas das movimentadas décadas de 60 a 90. Academia Brasileira de Letras /Teatro R. Magalhaes Jr, Avenida Presidente  Wilson, 203, Centro (3974-2500). 6ª e 2ª, às 15h30. Grátis, com distribuição de senhas uma hora antes. Livre. Até 10 de outubro. 

TEATRO/EM CARTAZ

A OLHO NU – Texto e direção de Duda Gorter. Com Rose Abdallah e Marcello Melo. . Sentindo-se frágil e desamparada, uma mulher decide romper com tudo e criar uma nova realidade, mais segura e harmoniosa. Porém, diante de uma figura masculina se vê obrigada a interagir com o mundo real.  Teatro Leblon – Sala Marília Pêra, Rua Conde  Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 462 pessoas. Sáb., às 18h; dom., às 17h. R$ 40.  Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 50 minutos. Até 9 de outubro.  Cotação: Teresa Mascarenhas: * (Regular)

ABALOU BANGU 2 - A FESTA - Depois de trocar a tranquilidade de Bangu pela agitada Copacabana, o casal Maurício Otávio e Maria Elvira fazem uma festa para comememorar 40 anos de casamento. Só que, pouco a pouco, os convidados, inclusive o filho Felipe, começam a ligar dando desculpas esfarrapadas para não comparecer à festa. Os únicos que aparecem são os vizinhos Carlos e Sílvio, um casal gay. Os quatro são obrigadas a ficar cara a cara e a conviver com suas diferenças.Teatro dos Quatro, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º andar (2239-10955). Cap.: 402 pessoas. 5ª a sáb., às  21h30; dom., às 20h.  R$ 60 (5ª), R$ 70 (6ª e dom.) e R$ 80 (sáb.). Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h30. Até 18 de dezembro.  Cotações: Claudia Chaves: *** (Ótimo).  Teresa Mascarenhas: *** (Ótimo).   

ADOREI O QUE VOCÊ FEZ –  Texto de Carole Greep. Direção de  Alexandre Reinecke. Com Marcia Cabrita, Marcos Breda, Luiz Guilherme e Naura Schneider. A comédia conta  história de dois casais de amigos que se reencontram depois de muito tempo afastados. O casal formado por Marie e (Pedro) é cosmopolita e bem sucedido financeiramente. Já  Carlos e Carol têm um estilo de vida menos consumista.  O resultado é uma reunião recheada de  sarcasmo, ironias e muitos atritos. Teatro Fashion Mall, Shopping Fashion Mall, Estrada da Gávea, 899, 2º piso, São Conrado (3322-2495). Cap.: 296  pessoas. 5ª, 6ª e sáb., às 21h30; dom., às 20h. R$ 50 (5ª e 6ª) e R$ 60 (sáb. e dom.). Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos.  Duração: 1h30.  Até 30 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: ** (Bom).   

A ALMA IMORAL - Baseado em livro homônimo de Nilton Bonder. Adaptação, concepção cênica e interpretação de Clarice Niskier. Supervisão: Amir Haddad. Comemorando o sexto ano consecutivo de sucesso, a atriz Clarice Niskier reestreia o premiado  monólogo em que desconstrói e reconstrói conceitos milenares da história da civilização - corpo e alma, certo e errado, traidor e traído, obediência e desobediência, citando parábolas judaicas e passagens da Bíblia. Teatro Leblon / Sala Fernanda Montenegro, Rua Conde de Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). 5ª a sáb., às 21h30; dom., às 20h. R$ 50 (5ª e 6ª) e R$ 60 (sáb. e dom.). Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 18 anos. Duração: 1h20. Até 18 de dezembro. Cotações: Claudia Chaves: ** (Bom).   No dia 29/09 (quinta), excepcionalmente, não haverá espetáculo

O AUTO DA ESCRAVA ANASTÁCIA - Realização do grupo Nossa Senhora do Teatro. Texto e direção de  Ricardo Andrade Vassíllievitch. Com  Lorena de Angola, Jefter Paulo, Ana Ýcaro e elenco. Ojuorum, princesa vinda do Congo e batizada no Brasil por Anastácia, era uma negra de rara beleza, muito inteligente e com o dom da palavra e da cura. Ao rejeitar um senhor de engenho é condenada a viver com uma máscara de ferro. Espaço Nossa Senhora do Teatro, Rua da Constituição, 34, Centro (3685–6524). 6ª e sáb., às 20h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Livre.  Até 25 de novembro.   

ASSASSINATO NO MOTEL - UMA COMÉDIA POLICIAL - Texto de Maria Valentim e Fernando Ceylão. Direção de Fernando Ceylão. Com  Alex Nader,  Márcio Kieling, Priscila Assum e elenco. A comédia  faz uma parodia dos filmes de suspense policial a partir da morte de uma atendente de uma sexshop no motel ‘Amor em Fúria’. Dois investigadores excêntricos tentam solucionar o caso e, aos poucos, vão descobrindo que todos os clientes, presentes na hora do crime, tem uma estranha e suspeita ligação com a vítima. Teatro Municipal Café Pequeno,  Av. Ataulfo de Paiva, 269, Leblon (2294-4480). Cap.: 110 pessoas. 4ª e 5ª, às 21h30. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h10. Até 27 de outubro.

OS CAPANGAS – Texto de Rodrigo Candelot, Saulo Rodrigues e Paula Rocha. Supervisão Dramatúrgica de Ivan Fernandes. Direção de Rubens Camelo. Com  Charles Paraventi, Igor Paiva, Mário Hermeto, Aldo Perrota, Rodrigo Candelot e Saulo Rodrigues.  Três atores desempregados dividem um conjugado em Copacabana e  fazem de tudo para ganhar um trocado, de estátua viva a dublê em filmes B, até que recebem uma notícia que muda radicalmente suas vidas. Teatro Candido Mendes, Rua Joana Angelica, 63, Ipanema (2267-7295). Cap.: 133 pessoas. 6ª e sáb., às 23h.  R$ 40. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20. Até 8 de outubro. Teatro Miguel Falabella, NorteShopping, Av. Dom Hélder Camara, 5.474,  Cachambi  (2595-8245). Cap.: 476 pessoas. 3ª e 4ª, às 20h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Duração: 1h20. Até 30 de novembro.

CARTAS DE MARIA JULIETA E CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE - Concepção, direção e interpretação de Sura Berditchevsky. Pesquisa: Pedro Drummond e Sura Berditchevsky. Assistente de direção: de Luis Fernando Philbert.  O espetáculo retrata através das correspondências entre pai e filha, a relação de Maria Julieta e seu pai Carlos Drummond de Andrade, que revelam além do amor, respeito e companheirismo, uma grande afinidade intelectual através da literatura. Espaço Sesc /Sala Multiuso, Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana (2547-0156). Cap.: 80 pessoas. 5ª a sáb., às 20h; dom., às 18h. R$ 20. Estudantes, menores de 21 anos e maiores de 60 anos pagam meia. Comerciários associados: R$ 5. 12 anos. Duração: 60 minutos. Até 16 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: ** (Bom). 

COMÉDIA EM PÉ – Com  Claudio Torres Gonzaga, Fábio Porchat, Fernando Caruso, Léo Lins e Paulo Carvalho.  O grupo de humoristas usa apenas o microfone e o texto para debochar dos aspectos inusitados da vida. Teatro das Artes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540-6004). Cap.: 456 pessoas. 4ª e 5 ª,  às 21h. R$ 50.  Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h30.  Até 15 de dezembro.  Cotação: Claudia Chaves: *** (Ótimo).

COMÍCIO GARGALHADA – Texto e interpretação de Rodrigo Sant'Anna. Direção de Thalita Carauta. No formato de um comício eleitoral, o comediante Rodrigo Sant'Anna, intérprete do personagem Edmilson, do programa Zorra Total, na Rede Globo, faz show com sua galeria de personagens. Teatro dos Grandes Atores, Shopping Barra Square, Av. das Américas, 3.555, Barra da Tijuca (3325-1645). Cap.: 396 pessoas. 6ª e sáb., às 23h. R$ 70.  Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Até 29 de outubro. 

COMO É QUE PODE? - Texto de Gabriel Louchard e Mauricio Rizzo. Direção de Leandro Hassum. O mágico e ator Gabriel Louchard integra ação teatral com números de ilusionismo e instiga a plateia com questões cotidianas e ao mesmo tempo inusitadas, que provocam surpresa e curiosidade. Em cenas, números de mágica com textos de humor, recursos dramáticos e o uso de vídeos  tornam o espetáculo ágil e divertido. Teatro dos Grandes Atores, Shopping Barra Square, Av. das Américas, 3.555, Barra da Tijuca (3325-1645). Cap.: 396 pessoas. 6ª e sáb., às 23h. R$ 60. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Até 29 de outubro.

DEPOIS DO FILME –  Direção, texto e interpretação de Aderbal Freire–Filho. Diretor assistente: Fernando Philbert. Música: Tato Taborda.  O diretor Aderbal Freire–Filho volta ao palco para interpretar todos os personagens que gravitam em torno de Ulisses, personagem de um filme, que quando volta à vida real, não consegue mais distinguir realidade e ilusão. Teatro Poeirinha,  Rua São João Batista, 104, Botafogo (2537-8053). 6ª e sáb., às 21h; dom., às 19h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 23 de outubro. Cotação: Teresa Mascarenhas: * (Regular). 

[DES]CONHECIDOS - Da Probástica Companhia de Teatro. Direção e dramaturgia de Igor Angelkorte. Com Chandelly Braz e Igor Angelkorte. Músicos: Eduardo Hall e Samuel Toledo. A peça questiona os vínculos afetivos nos dias atuais, através de um casal que se conhece em um site de encontros. conta a história de um casal jovem e a busca do modelo ideal de relacionamento. No caminho, esbarram em suas fragilidades e inseguranças sendo obrigados a questionar seus conceitos sobre o amor. Barteliê, Rua Vincius de Morais, 190, ap. 03, Ipanema (2522-1141 / 9797-8199). Cap.: 50 pessoas.  4ª e 5ª, às 20h30.  R$ 15. 16 anos. Duração: 1h20. Até 27 de outubro. 

DOIDAS E SANTAS – Texto de Regiana Antonini, livremente inspirado em crônicas da romancista Martha Medeiros. Direção de Ernesto Piccolo. Com Cissa Guimarães, Giusepe Oristanio e Josie Antello. Psicanalista rompe casamento de 20 anos e o encantamento com a nova fase de vida só é quebrado pelas constantes interferências da mãe, da filha, da irmã e do inconformado ex-marido. Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 3º piso, Gávea (2239-8545). Cap.: 425 pessoas. 5ª a sáb., às 21h30; dom., às 20h. R$ 60 (5ª e 6ª), R$ 70 (dom.) e R$ 80 (sáb). Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h35. Até 18 de dezembro.  Vendas online: ingresso.com. Cotações: Claudia Chaves: ** (Bom). Virgínia van der Linden: * (Regular)

EMILINHA E MARLENE - AS RAINHAS DO RÁDIO -  Texto de Thereza Falcão e Julio Fischer. Direção de Antonio de Bonis. Direção Musical: Marcelo Alonso Neves. Piano e regência: Cristina Bhering. Com Solange Badin, Vanessa Gerbelli, Stella Maria Rodrigues, Cristiano Gualda e elenco. O  musical com mais de 50 canções executadas ao vivo conta a trajetória das cantoras Emilinha Borba e Marlene e a rivalidade histórica entre as duas artistas e seus fãs-clubes, tendo como pano de fundo seis décadas da história do Brasil e a época de ouro do rádio brasileiro. Teatro Maison de France, Av. Presidente Antonio Carlos, 58, Centro (2544-2533). Cap.: 353 pessoas.  5ª e 6ª, às 19h30; sáb., às 20h30; dom., às 18h30.  R$ 60 (5ª e 6ª) e  R$ 70 (sáb. e dom.).  Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Livte.  Duração: 2h30 (com intervalo).  Até 11 de dezembro. CotaçõesAna Lúcia Vieira de Andrade: * (Regular). Claudia Chaves: * (Regular). Teresa Mascarenhas: ** (Bom). Virgínia van der Linden: ** (Bom)

EU TE AMO - De Arnaldo Jabor. Direção Rosane Svartman e Lírio Ferreira. Com Alexandre Borges e Juliana Martins. Paulo, um cineasta falido que afoga suas dores na bebida, conhece uma mulher pela internet. Ela finge ser Mônica, uma garota de programa, mas na verdade é Maria que sofre por um relacionamento mal resolvido.  Teatro Leblon – Sala Marília Pêra, Rua Conde  Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 462 pessoas. 5ª a sáb., às  21h; dom., às 20h. R$ 60 (5ª e 6ª) e R$ 70 (sáb. e dom.)  Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 14 anos. Duração: 1h15. Até 27 de novembro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: ** (Bom). 

FELIZES PARA SEMPRE - Texto de Roberto Rezende. Direção de Roberto Rezende e Ary Aguiar Jr. Com Jean Vitt, Ary Aguiar Jr., Emanuela Grün, Flávia Alvim e elenco. A comédia romântica traz três casais de amigos em crise conjugal, que se reencontram numa casa de campo. Durante a estadia, divergências pessoais se sobrepõem às tentativas de conciliação, segredos são revelados, transformando o rumo da história de cada um.  Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente 52, 3º piso, Gávea (2274-7246). Cap.: 400 pessoas. 6ª, às 23h30. R$ 60. Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. Duração: 60min. 16 anos. Até 18 de dezembro. 

FILHA, MÃE, AVÓ E PUTA. -  Texto de Gabriela Leite. Direção de Guilherme Leme. Com Alexia Deschamps e Pedro Osório. Socióloga e ex-prostituta, Gabriela Leite estreia como dramaturga na adaptação para o teatro da sua biografia com relatos verídicos que narram as aventuras, desventuras e experiências de uma mulher que enfrentou preconceitos e tornou-se ativista na luta pelos direitos e pela dignidade das prostitutas. Centro Cultural Banco do Brasil /? Teatro 3,  Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2007). Cap.: 45 pessoas. 4ª a dom., às 19h30. R$ 10. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 60 min. Até 30 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: *** (Ótimo). 

O FILHO ETERNO – Espetáculo da Cia. Atores de Laura. Texto de Cristovão Tezza. Adaptação de  Bruno Lara Resende. Direção de Daniel Herz. Com  Charles Fricks. O monólogo traz as dificuldades diárias e não esconde as decepções de um pai que precisa lidar com um filho que nasce com a Síndrome de Down. Teatro Leblon / Sala Fernanda Montenegro, Rua Conde Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 417 pessoas. 3ª E 4ª, ÀS  21h. R$ 50. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h15. Até 26 de outubro. Cotações: Claudia Chaves: *** (Ótimo).  Teresa Mascarenhas: * (Regular)

FLÔR TAPUYA - Opereta da Cia. Maviosa idealizada por Antonio Karnewale, José Maria Braga e Marcelo Vianna a partir do texto de Alberto Deodato  (1896-1978)  e Danton Vampré (1892-1949) e música de Pixinguinha (1897-1973). Com Marcelo Vianna, Janaina Azevedo, Beth Lamas, Hugo Germano, Marcê Porena e Rodrigo Lima. Músicos: Gustavo Quintella (piano e acordeão), Luis Medina (flauta e sax), Adriano Furtado (violão de sete cordas) e Elly Werneck (bateria e percussão).  A trama shakespereana de Romeu e Julieta ganha um colorido típico do sertão nordestino e se transforma numa divertida história de amor entre Rosa Nitão e João Lucio Menezes, acompanhada de perto por um arlequim astuto e trapalhão. Teatro Carlos Gomes, Praça Tiradentes, 19, Centro (2232-8701). Cap.: 685 pessoas. 5ª a sáb., às 20h; dom., às 19h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h40 (com intervalo).  Até 30 de outubro. Cotações: Ana Lúcia Vieira de Andrade: °(Ruim).

>> Leia aqui a crítica de 'Flor Tapuya'

O INCRÍVEL SEGREDO DA MULHER-MACACO – Espetáculo da Cia. Os Surtados. Texto e direção de Saulo Sisnando.  Com  Wendell Bendelack e Rodrigo Fagundes. A  comédia-terror conta um história sangrenta e absurda envolvendo uma heroína preocupada com os preparativos de seu casamento, um noivo milionário, uma cruel criada, um desconhecido em busca de abrigo, uma matriarca paralítica, uma atriz de cinema de identidade falsa. Seis personagens.  Seis segredos. Teatro Cândido Mendes, Rua Joana Angelica, 63, Ipanema (2267-7295). Cap.: 133 pessoas.  6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h.  R$ 50. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h20. Até 9 de outubro.

LABIRINTO - Texto de Qorpo Santo. Direção de Moacir Chaves. Direção musical de Tato Taborda. Com atores da Alfândega 88 Cia. de Teatro. A comédia reúne três textos do dramaturgo José Joaquim de Campos Leão (1829 - 1883), conhecido como Qorpo Santo, que tem seu nome relacionado como um dos precursores do surrealismo e do chamado Teatro do Absurdo. Em “As relações naturais”, “A separação de dois esposos” e “Hoje sou um e amanhã outro”, o autor antecipa questões de forte cunho humano e social, como liberdade sexual, direito ao prazer e emancipação feminina.  Teatro Leblon – Sala Marília Pêra, Rua Conde  Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 462 pessoas. 3ª e 4ª, b., às  21h. R$ 50. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h30. Até 26 de outubro. 

LENTE DE AUMENTO – Texto e interpretação de Leandro Hassum. Direção de Daniela Ocampo. O humorista faz uma sátira aos aspectos ridículos e inusitados de algumas situações do cotidiano. Teatro das Artes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540-6004). Cap.: 457 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h30.  R$ 70.  Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h15. Até  30 de outubro. 

NA SELVA DAS CIDADES - Texto de Bertolt Brecht. Tradução: Aderbal Freire-Filho, Nehle Franke, Patrick Pessoa e Roberto Franke. Direçaõ de Aderbal Freire-Filho. Diretor-asssitente: Fernando Philbert. Com Daniel Dantas, Maria Lúcia Mendonça, Fernanda Boechat, Ines Viana, Joelson Medeiros, Leonardo Netto, Marcelo Olinto, Milton Filho e Patrick Pessoa. A trama se passa em Chicago no ano de 1912 e conta a saga da família Garga, que deixa o campo em busca de melhores condições de vida na cidade. Na grande metrópole, o convívio urbano se mostra desumano, brutal e sarcástico. Centro Cultural Banco do Brasil / Teatro 1, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2020). Cap.: 170 pessoas. 4ª a dom., às 19h. R$ 10. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 2h20. Até 9 de outubro. 

NEM UM DIA SE PASSA SEM NOTÍCIAS SUAS - Texto de Daniela Pereira de Carvalho. Direção de Gilberto Gawronski. Com Edson Celulari e Pedro Garcia Netto. A comédia dramática traz Joaquim um bem sucedido cirurgião, de 50 anos, e seu irmão caçula  Juliano, que se encontram obrigados a sanar suas diferenças de convivência após a morte do pai. Enquanto esvaziam o apartamento do pai, reviram o baú de memórias e a revelação de um antigo fato muda os rumos da história. (70min). 14 anos. Teatro do Leblon / Sala Tônia Carrero,  Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 200 pessoas. 5ª, às 18h; 6ª e sáb., às 21h30; dom., às  20h. R$ 50  (5ª.), R$ 60 (6ª a a dom.). 14 anos. Duração: 1h10. Até 30 de outubro.  CotaçõesTeresa Mascarenhas: *** (Ótimo).   

NISE DA SILVEIRA – SENHORA DAS IMAGENS – Direção de Daniel Lobo. Coreografias de Ana Botafogo. Trilha original de João Carlos Assis Brasil.  Com Mariana Terra.  Baseado em textos de Ferreira Gullar e Marcos Luchesi, o espetáculo reúne teatro, música, dança e projeções multimídia para montar um painel dos acontecimentos marcantes da vida da psiquiatra Nise da Silveira, pioneira no uso das artes para os tratamentos psiquiátricos. Participação em off de Carlos Vereza, cuja voz dá vida ao psicanalista Carl Gustav Jung, referência fundamental na vida da personagem. Centro Cultural Correios, Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro (2253-1580). Cap.: 200 pessoas. 5ª a dom., às 19h.  R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h30. Até 23 de outubro.

NOVECENTOS – Texto de Alessandro Baricco. Direção de Victor Garcia Peralta. Com Isio Guelman. As reflexões de um homem que passou toda a sua vida dentro de um navio a vapor. Midrash Centro Cultural, Rua General Venâncio Flores, 184, Leblon (2239-1800). Sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Livre. Duração: 1h10. Até 30 de outubro.

POR TELEFONE - Texto de Antônio Fagundes. Direção de Luiz Arthur Nunes. Com  Juliana Teixeira e Jandir Ferrari. A comédia romântica conta a história de um casal que é acordado, durante a noite, por um telefonema com a notícia de demissão do marido. O espetáculo aborda, com humor, questões sobre a decadência da classe média e assuntos contemporâneos, como corrupção, desemprego e relações de trabalho. Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente 52, 3º piso, Gávea (2274-7246). Cap.: 425 pessoas. 3ª e 4ª, às 21h; 5ª, às 17h. R$ 50. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 10 de novembro. CotaçõesClaudia Chaves: * (Regular)Teresa Mascarenhas: * (Regular).   

ROGÉRIA E OS ASTOLFOS - Texto de Rogéria. Direção de Andreá Moreira. O monólogo musical traz Astolfo Barroso Pinto, mais conhecido como o transformista Rogéria, que canta e conta histórias de sua vida, acompanhada pelos músicos Otávio Santos (teclado), Paulo Proença (percussão) e Rodrigo Revellis (saxofone). Teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 3º piso, Gávea (2274-9696). Cap.: 527 pessoas. 3ª e 4ª, às 20h. R$ 40. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h20.  Até 12 de outubro.

ROSA – Texto de Martin Sherman. Direção de Ana Paz. Com  Debora Olivieri. Rosa é uma senhora judia de aproximadamente 80 anos que, durante o shivah (período do luto judaico), relembra sua vida, desde a infância numa cidadezinha da Ucrânia até seus dias atuais, em Miami Beach.  Com leveza, emoção e ironia, a personagem nos conduz para quase um século de histórias. Teatro Leblon / Sala Tônia Carrero, Rua Conde de Bernadote, 26, Leblon (2259-7700). Cap.: 210 pessoas. 3ª e 4 ª, às 21h. R$ 50. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h20. Até 12 de outubro. Cotações: Ana Lúcia Vieira: ** (Bom). Claudia Chaves: *** (Ótimo). Teresa Mascarenhas: *** (Ótimo). Virgínia van der Linden: ** (Bom)

SENTIMENTO DO MUNDO / DO AMOR - Comemorando 75 anos, o dramaturgo e diretor Domingos Oliveira faz temporada da sua Trilogia Filosófica Cantante. Composta por três espetáculos independentes, que se fecham entre si e podem ser vistos separadamente, a trilogia apresenta reflexões sobre a sociedade, arte e amor, pontuadas por humor e música. A primeira parte da trilogia, “Do amor” será encenada nas duas primeiras semanas, seguida por “Da sociedade e da condição humana” (29/09, 30/09 e 01/10) e “Da arte e da transcendência” (06/10 a 08/10), que encerra a temporada. No elenco, além do próprio Domingos, estão Priscilla Rozenbaum, Ricardo Kosovski, Dedina Bernardelli, Letícia Carvalho, Wladmir Pinheiro, Lincoln Vargas, Clarisse Magalhães e o músico Domenico Lancellotti.  Teatro dos Quatro, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2274-9895). Cap.: 402 pessoas. 5ª, 6ª e sáb., às 19h. R$ 40. 18 anos. Duração: 1h. Até 8 de outubro. Para assistir à trilogia, o canhoto de uma das peças vale meia entrada nas outras duas

SERGIO MALLANDRO SEM CENSURA -  Direção de Mary Leão. Texto e atuação de Sergio Mallandro. O irreverente humorista narra trechos de sua carreira, desde a estreia na televisão até  passagens pelo cinema e sucessos musicais como “Vem fazer glu glu” e “Bilu Teteia”. Teatro das Artes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540-6004). Cap.: 457 pessoas. 6ª e sáb., às 23h. R$ 70.  Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 14 anos. Duração: 1h.  Até 17 de dezembro.

TANTO POR FAZER - Texto de Tessy Callado e Rosário Nascimento e Silva. Direção de Carlos Cardoso. Com Tessy Callado e Simone Franco. Duas amigas que conseguem manter a relação com o passar dos anos fazem um bom humorado balanço de tudo que viveram. Sesc Rio Casa da Gávea, Praça Santos Dumont, 116, sobrado, Gávea (2239-3511). Cap.: 75 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h15. Até 9 de outubro.  Cotação: Ana Lúcia Vieira de Andrade: ° (Ruim).

>> Leia aqui a crítica de 'Tanto por fazer'

THÉRÈSE RAQUIN - Espetáculo daq Cia. Limite 151. Texto de de Émile Zola. Direção de João Fonseca. Com Gláucia Rodrigues, Lucci Ferreira, Edmundo Lippi, Janaína Prado, Rodolfo Mesquita, Atores convidados:  Suzana Faíni e Rogério Fróes. Thérèse Raquin é casada com o fraco e mais velho Camille, mas ao reencontrar um amigo, Laurente, passa a ter um caso extraconjugal com ele. Para eliminar o único obstáculo para o seu amor, os dois matam Camille,  mas não não contavam com a aparição de seu fantasma, que passa a atormentar seus assassinos. Casa de Cultura Laura Alvim, Av. Vieira Souto, 176, Ipanema (2332-2015). Cap.: 245 pessoas. 5ª a sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 30 (5ª e 6ª) e R$ 40 (sáb. e dom.). 14 anos. Duração: 1h. Até 30 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: * (Regular). 

TRABALHOS DE AMORES QUASE PERDIDOS - Texto e direção de Pedro Brício. Com Branca Messina, João Velho, Lúcia Bronstein e Pedro Henrique Monteiro. A trama entrelaça um trio de amigos: um casal, que apesar de toda a afinidade sentimental acaba se separando, e o amigo, o cáustico narrador que olha de fora as histórias que falam sobre  amizade, amor e amadurecimento através da dor. Teatro Gláucio Gill, Praça Cardeal Arcoverde, s/nº, Copacabana (2332-7904). Cap.: 104 pessoas. Sáb., às 21h; dom., às 19h; 2ª, às 21h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h30. Até 17 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: *** (Ótimo). 

UÃNUÊI - ESTA NOITE SE IMPROVISA - A dupla formada por Pedro Cardoso e Graziella Moretto, acompanhada ao piano pelo músico Dudu Trentin, apresenta um espetáculo de improvisação divido em duas partes. Na primeira, eles improvisam uma história a partir de um tema sugerido pelo público. Na segunda, o tema é oferecido pelos próprios atores. Teatro Tablado, Av. Lineu de Paula Machado, 795, Lagoa (2294-7847). Cap.: 150 pessoas. Sáb. e dom., às 20h30. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Até 6 de novembro.

UM NÚMERO - Texto de Caryl Churchill. Direção de Pedro Neschling. Com Pedro Paulo Rangel e Pedro Osorio. O texto da premiada dramaturga inglesa Caryl Churchill discute questões referentes a quem somos e quais os limites éticos na criação de vida artificial a partir de um filho que descobre ser um clone de um filho natural de seu pai. Espaço Sesc / Arena, Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana (2547-0156). Cap.: 280 pessoas. 5ª a sáb., às 21h; dom., às 19h30. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Comerciários associados: R$ 5. 12 anos. Duração: 1h. Até 16 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: ** (Bom). 

VELHA É A MÃE – Texto de Fábio Porchat. Direção de João Fonseca. Com Louise Cardoso e Ana Bayard. Mulher de 70 anos, mas que aparenta pouco mais de 50 graças a plásticas e muita academia, entra em surto quando o marido a troca por uma mulher menos vaidosa e mais centrada.  Teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea,  Rua Marquês de São Vicente, 52, 3º piso, Gávea (2274-9696). Cap.: 527 pessoas. 6ª e sáb., às 21h30;  dom.,  às 20h. R$ 70 (6ª e dom.) e R$ 80 (sáb.). Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 12 anos. Duração 1h10. Até 30 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: * (Regular). 

ÚLTIMOS DIAS

A CASA CAIU - Texto de  Beto Moreno. Direção de Oscar Francisco. Com Aline Mendonça, André Rayol, Beto Moreno, Erika Thomas, Rafael Guimalle e Will Gama. Idoso apostador do jogo do bicho ganha uma bolada e se muda para Zona Sul. Contra sua vontade, filho, nora e netos se abancam em sua casa nova. Apesar dos atritos e diferenças, a atrapalhada família permanece unida e com o humor em alta. Centro Cultural Anglo Americano, Av. das Américas, 2.603, anexo ao Colégio Anglo Americano, Barra da Tijuca (2439-8002). Cap.: 260 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h30. R$ 60. Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. R$ 25: com doação de um quilo de alimento não perecível. 14 anos. Duração: 1h20. Até 2 de outubro. 

C.L.A.M. – CURSO LIVRE PARA APRENDIZ DE MARGINAL – Espetáculo do Grupo Saideira de Teatro.  Texto de  Eudes Veloso e Thiago Braga. Com Bianca Arman, Eudes Veloso e elenco. O espetáculo usa comédia e ironia para fazer uma crítica à banalização da violência na sociedade moderna. Teatro Miguel Falabella, NorteShopping, Av. Dom Hélder Camara, 5.474,  Cachambi  (2595-8245). Cap.: 476 pessoas. 5ª a dom., às 18h.  R$ 40. Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 2 de outubro.

OS EXCULAXADOS – Texto de Beto Moreno. Direção de Chico Anysio. Com Alexandre Maguolo, Beto Moreno, Rafael Guimalle, Maykon Robert e Will Gama. A comédia brinca com fatos do cotidiano e as neuroses urbanas elevadas a um grau máximo de humor. Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente 52, 3º piso, Gávea (2274-7246). Cap.: 400 pessoas. Sáb., às 23h30. R$ 60. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. R$ 25: doadores de um quilo de alimento não perecível. 14 anos. Duração: 1h10. Até 24 de setembro.  Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente 52, 3º piso, Gávea (2274-7246). Cap.: 405 pessoas. Sáb., às 23h30.  R$ 60. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. R$ 25: doadores de um quilo de alimento não-perecível. 14 anos. Duração: 1h10. Até 1º de outubro. 

FATOR RH - Texto e interpretação de Karen Liberman. Direção de Maria Clara Gui. Participação especial de Rodrigo Machado. A comédia traz um jovem e ambiciosa executiva que tem como certa a sua merecida promoção na empresa, mas é surpreendida por uma inesperada demissão que a leva a refletir sobre sua exagerada dedicação ao trabalho. Casa de Cultura Laura Alvim – Espaço Rogério Cardoso, Av. Vieira Souto, 176, Ipanema (2247-6946). Cap.: 60 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Até 2 de outubro.

HOLOCLOWNSTO -Texto de Marcela Rodrigues e Natalie Rodrigues.  Direção de Marcela Rodrigues. Com atores da Troupp Pas D´Argent. A tragicomédia ambientada no Holocausto  reúen seis clowns prisioneiros que se conhecem no último vagão de um trem rumo ao desconhecido. No caminho, a doçura, a tolice e a inocência desses artistas transformam a viagem numa jornada que desvenda a alma do ser humano.  Espaço Sesc / Mezanino, Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana (2547-0156). Cap.: 80 pessoas. 5ª a sáb., às 21h30; dom., às  20h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Comerciários associados: R$ 5. 12 anos. Duração: 1h20. Até 2 de outubro.

MUITA MULHER PRA POUCO MUSICAL - Roteiro de Ana Luisa Leite. Direção de Claudia Ricart. Direção musical de Dani Calazans. Com As Sadomusicistas: Aline Carrocino, Ana Luisa Leite, Aurora Dias, Marcela Dias e Tatiana Sobral. Ator convidado: Rafael de Castro. A comédia conta a história de cinco atrizes de um coro que sonham participar de um musical. O espetáculo reúne números de musicais contemporâneos da Broadway e Off Broadway versados para o português. Através do estilo dos antigos cabarés, as atrizes revisitam as conhecidas canções dando-lhes um novo contexto, com muito deboche e ironia. Teatro Cândido Mendes, Rua Joana Angelica, 63,  Ipanema (2267-7295). Cap.: 133 pessoas. 5ª, às 21h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Até 6 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: ** (Bom). 

NA ROTINA DOS BARES - Texto de Marcos França. Direção de Ana Paula Abreu. Direção Musical: Fábio Nin. Com Antonio Pedro Borges, Marcos França, Édio Nunes, Letícia Medella e Sheila Matos. Músicos: Dudu Viana (teclado), Felipe Cotta (bateria) e Tássio Ramos (contrabaixo). De bar em bar, ao som de clássicos que embalaram a boemia carioca, o espetáculo faz um inventário de personagens marcantes do cenário artístico e intelectual do Rio, que marcavam ponto em bares como o Lamas, Vilariño e Nice. Teatro Sesc Ginástico, Av. Graça Aranha, 187, Centro (2279-4027). Cap.: 513 pessoas. 5ª a  dom., às 19h. R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Comerciários associados: R$ 5. 12 anos.  Duração: . Até 2 de outubro. CotaçõesTeresa Mascarenhas: *** (Ótimo). 

A PENA E A LEI  – Texto de  Ariano Suassuna. Direção de  Jorge Ferreira Sorriso. Músicos:  Jéssica Siúscu (violino/rabeca),  Márcio Rangel (violoncelo) e  Enildo Dellatorre e Flávio Ferreira (percussão). Com Alice Motta, Carlos Albuquerque, Enildo Dellatorre e elenco. Comemorando os 40 anos do Movimento Armorial,  movimento criado por Ariano Suassuana baseado na  cultura popular nordestina, na literatura de cordel, nas festas, nos mamulengos e nos cantadores, o musical  apresenta em três atos uma farsa da moralidade, com a eterna disputa dos homens pelas mulheres e pelos bens materiais, que tem as artimanhas e enganações como armas para alcançar seus objetivos. Teatro Municipal do Jockey, Rua Bartolomeu Mitre, 1.110, Gávea  (3114-1286). Estacionamento gratuito, entrada pela rua Mário Ribeiro, 410.  Cap.: 100 pessoas. 6ª a  dom., às 21h.  R$ 20. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h25.  Até 2 de outubro.

PEQUENA LOJA DE MISTÉRIOS -  Criação coletiva baseada no  livro Insignes detetives — Personagens históricos na ficção policial, de Ivan G. Maia. Direção de Marcos Vogel. Com  Adriana Maia, Ana Achcar, Flavio Souza, Tiago D’avila e Xando Graça. O espetáculo reúne duas comédias curtas de suspense. Na primeira, William Shakespeare é levado a desvendar um crime misterioso que envolve integrantes de uma trupe de teatro. Na segunda trama, Miguel de Cervantes se vê às voltas com uma acusação que o torna o principal suspeito de um assassinato, enquanto luta pela publicação de seu livro Dom Quixote de La Mancha. Espaço Cultural Eletrobrás Furnas, Rua Real Grandeza, 219 (2528-2794). Cap.: 192 pessoas.  Sáb. e dom., às 19h30. Grátis, com retirada de senhas uma hora antes. Só é permitida a entrada com apresentação de documento de identidade com foto.  14 anos. Duração: 1h. Até 2 de outubro.

O RIO PEDE PASSAGEM - De Flávio Freitas. Direção de Flávio Freitas e Jorge Silpem. Com Naná Nascimento, Denise Conte, Isadora Romano, Leandro Santanna e elenco. O espetáculo parte da ideia de que os problemas do Rio de Janeiro são obras de um “secretário do diabo", que resolveu infernizar o povo. Deus, então, resolve dar uma ajudinha para restabelecer o equilíbrio na cidade e o tal secretário acaba se rendendo à alegria do povo carioca. Teatro Ipanema, Rua Prudente de Moraes, 824, Ipanema (2523-9794). Cap.:  260 pessoas. 6ª e sáb.,  às 21h30. R$ 50.  Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 16 anos. Duração: 1h25. Até 1º de outubro. 

SALTO EM FÚRIA – Texto de Hellen Suque e Raphael Miguel. Direção de Marcus Alvisi. Com Hellen Suque. Depois de flagrar o noivo com outra na cama, mulher de 31 anos, incapaz de superar a traiçõa, começa uma busca alucinada por vingança, envolvendo-se em situações patéticas que só aumentam sua histeria. Teatro Candido Mendes, Rua Joana Angelica, 63, Ipanema (2267-7295). Cap.: 130 pessoas.  3ª e 4ª, às  21h.  R$ 40.  Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 14 anos. Duração: 1h. Até 5 de outubro. 

SENHORA SOLIDÃO - Texto e direção de Leandro Muniz. Com  Bia Guedes, Cláudio Amado, Cristina Fagundes e Luis Lobianco.A comédia traz uma mulher que recebe três solitários em casa para uma espécie de terapia não convencional. Mas a troca de experiências entre eles acaba tendo consequências inacreditáveis  Teatro Municipal Maria Clara Machado, Planetário da Gávea, Av. Padre Leonel França, 240, Gávea (2274-7722). Cap.: 124 pessoas. 6ª e sábado, às 21h; dom., às 20h.  R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h. Até 2 de outubro.

OS SUBURBANOS – Texto e direção de Rodrigo Sant'Anna. Com Thalita Carauta, Rodrigo Sant'Anna e Isabelle Marques. Os atores Thalita Carauta e Rodrigo Sant'Anna, que encaranam os personagens Valéria e Janete, no humorístico Zorra Total, da Rede Globo, protagonizam esquetes com situações típicas dos subúrbios cariocas. Teatro Miguel Falabella, NorteShopping, Av. Dom Hélder Camara, 5.474,  Cachambi  (2595-8245). Cap.: 476 pessoas. 5ª a sáb., às 21h; dom., às 20h.  R$ 50 (5ª e 6ª) e R$ 60 (sáb. e dom.). Estudantes e maiores de 60 anos  pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20. Até 2 de outubro.

VOCÊ PRECISA SABER DE MIM - Direção de Jefferson Miranda. Assistência de direção: Thiare Maia. Dramaturgia: Pedro Bricio, Jô Bilac, Rodrigo Nogueira, Vitor Paiva, Henrique Tavares e Emanuel Aragão.  Após encontrar cartas deixadas por sua bisavó, um homem começa a reconstruir a história de sua família. Os atores Alexandre Nero, Luiza Mariani e Gisele Fróes se revezam, no tempo e no espaço, e apresentam como a memória é tecida através das gerações, a partir de diversas histórias dessa família. Galpão do Espaço Tom Jobim, Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico (2274-7012). Cap.: 60 pessoas. Sáb. e dom., às 19h; 2ª, às 20h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h50. Até 2 de outubro.