Mostras de Cinema e Sessões Extras

O CINEMA ROCK’N’ROLL – FILMES BRASILEIROS DA JOVEM GUARDA AOS DIAS DE HOJE – A mostra traça a evolução do rock de forma cronológica a partir da cinematografia brasileira dos últimos anos, desde sua inclusão na chamada 'era da chanchada'  até os filmes pós-retomada do cinema brasileiro nos anos de 1990. Para ilustrar o caminho percorrido pela evolução do rock nas telas, a curadora Barbara Kahanes selecionou 19 longas como “Juventude e ternura”, estrelado por Wanderléa, “Meteorango Kidde André Luiz Oliveira e “Abismu” de Rogério Sganzerla, lançados nas décadas de 1960 e 1970. Dos anos 1980, fazem parte da programação “Bete Balanço”, com apresentações do Barão Vermelho, e “Areias escaldantes”, com os Titãs. Completam a mostra sessões com curtas e videoclipes que retratam o estilo que melhor traduz a geração dos anos 1990. Centro Cultural Banco do Brasil, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2020). Sala de Cinema 1. 102 lugares. Grátis, com retirada de senhas 30 minutos antes de cada sessão. Até 6 de outubro. 

>> Confira aqui a programação da mostra 'O Cinema Rock’n’roll' 

3º CINEDUCANDO: CINEMA, EDUCAÇÃO E BULLYING - A mostra dedicada ao cinema e à educação tem como tema o bullying, palavra de origem inglesa  que veio dar definição à violência juvenil no cenário escolar e que vem, nos últimos anos, ganhando contornos mais fortes e preocupantes. Os filmes da mostra abordam o tema e sinalizam para a urgência de discussões profundas sobre a violência nas escolas e a delinquência juvenil. Caixa Cultural, Av. Almirante Barroso, 25, Centro (2544-4080). Cinemas 1 e 2: 85 pessoas, cada sala.  R$ 2 e R$ 1 (meia). Grátis para professores. Acesso para portadores de necessidades especiais. Até 2 de outubro.

>> Confira aqui a programação do 'Cineducando: Cinema, Educação e Bullying'

É O JAZZ! - Com idealização de Amanda Bonan e curadoria de Julio Miranda, a mostra exibe 44 filmes com a mágica combinação do cinema com o jazz. A ideia é  traçar um panorama da história do jazz no século 20 através de  documentários, trilhas e narrativas.  Centro Cultural Banco do Brasil, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2020). Sala de Cinema 2. 50 lugares.  Cinepasse: R$ 6 e  R$ 3 (meia-entrada). Válido por 30 dias, para acesso à s mostras de cinema (Cinemas 1 e 2), por meio de senhas, e à videoteca, por meio de agendamento. As senhas deverão ser retiradas um hora antes de cada sessão e sujeito à lotação. Até 2 de outubro.  

>> Confira aqui a programação da mostra 'É o jazz!'

13 MINUTOS - O documentário de Felipe Briso e Gilberto Topczewski registra a maior consulta popular já realizada no mundo, realizada no Brasil, em 2005, quando mais de 80 milhões de pessoas foram convocadas a decidir sobre a proibição do comércio de armas de fogo no país. O filme mostra os dias que antecedem a votação, acompanhando o cotidiano do Instituto Sou da Paz, organização precursora do processo de desarmamento no Brasil (Vídeo. 80 minutos. p&b). Cine Joia, Av. Nossa Senhora de Copacabana, 680, SSH, Copacabana (2236-5624). 5ª (29/09), às 22h. R$10.

CACHAÇA CINEMA CLUBE - A sessão exibe os filmes que participaram do Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo e mereceram o Prêmio Cachaça Cinema Clube. Além dos premiados, a sessão exibe um curta de Paulo César Saraceni, de 1974 e muito pouco exibido, que discorre sobre como fazer cinema ainda na época da montagem em moviola, equipamento praticamente desconhecido nos dias atuais.  Após a sessão, a tradicional degustação de Aguardente Claudionor e da batida de gengibre do boteco Belmonte, com o fundo musical do DJ H e a convidada da noite Alice Furtado. Odeon Petrobras, Praça Floriano, 07, Cinelândia, Centro. 4ª, às 21h. R$ 14 e R4 7 (meia).  

>> Confira aqui a programação do 'Cachaça Cinema Clube'