Mostras de Cinema - 23 a 28 de julho

Mostras de cinema e sessões especiais em cartaz nos cinemas e centros culturais 

ESPECIAL LUCHINO VISCONTI - Exibição de dois filmes do cineasta italiano Violência e paixão (Gruppo di famiglia in um interno). De Luchino Visconti. Com Burt Lancaster, Helmut Berger, Silvana Mangano( Itália, 1974. 2h01. 16 anos ). Um professor aposentado vive sozinho numa mansão na Roma dos anos 70, em meio a livros e quadros. Sua rotina é interrompida quando aluga o andar superior para uma marquesa, que traz com ela o amante e a filha com o namorado. Com suas atitudes vulgares, os inquilinos transformam a pacata vida do professor num verdadeiro caos. 13h45 (exceto 2ª), 16h (exceto  2ª), 20h (exceto 2ª).  Instituto Moreira Salles, Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea (3284-7400). Cap.: 113 pessoas.  R$ 17 (6ª a dom.) e R$ 15 (3ª a 5ª). Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia.  

ESTAÇÃO SESC CINEMATECA /RUMBA (Rumba) - Direção de Dominique Abel, Fiona Gordon, Bruno Romy. Com Dominique Abel, Fiona Gordon, Philippe Martz. Comédia. Professores de uma escola rural, o casal Fiona e Dom têm uma paixão em comum: danças latinas. Uma noite, após uma competição vitoriosa de dança, eles sofrem um acidente de carro e veem suas vidas mudarem completamente. França / Bélgica, 2008. 1h17. 10 anos.  Zona Sul: Estação Vivo Gávea 3: 3ª, às 17h50. Estação Sesc Ipanema 2: 4ª, às 15h. Estação Sesc Botafogo 1: 5ª, às 19h30. R$ 10 e R$ 5 (meia). Grátis para comerciários associados ao Sesc.  

FESTIVAL BRASILEIRO DE CINEMA UNIVERSITÁRIO - Principal exibidor da produção audiovisual universitária brasileira e estrangeira, o festival  chega à sua 16ª edição, com sessões gratuitas no Centro Cultural Correios e na Caixa Cultural, até 7 de agosto. Este ano o homenageado é  Eduardo Santos Mendes,  editor de som e professor da ECA-USP. Nesta quinta, na sessão de abertura no Centro Cultural Correios, apresentação do festival e exibição de dois filmes fora da mostra competitiva. Programação:  Sala de Cinema:  Permanências (2010), de Ricardo Alves Júnior. Vendedores de quadros (2010), de Juho Kuosmanen. Centro Cultural Correios, Rua Visconde de Itaboraí, 20,  Centro (2253-1580). Sala de Cinema: 200 lugares. 5ª, às 19h. 12 anos. Grátis.

POLANSKI É UM GÊNIO? -   A mostra reúne filmes  do final da década de 50 até os dias atuais do diretor polonês Roman Polanski, um dos maiores cineastas vivos e ativos do mundo, luareado em Cannes e no Oscar. 3ª, às 19hRepulsa ao sexo. Com Catherine Deneuve, Ian Hendry (Inglaterra, 1965. Suspense. 1h44). Deixada sozinha quando sua irmã sai de férias, uma beja jovem sexualmente reprimida vai a insanidade com fantasias surreais de sedução e estupro. 4ª, às 19hA dança dos vampiros. Com Jack MacGowran, Roman Polanski, Sharon Tate (Ingalterra, 1967. Comédia. 1h47). Um professor e seu discipulo medroso vão a Transilvania investigar vampiros. O objetivo é aprender a combatê-lo mas os fatos tomam um rumo inesperado. 5ª, às 19hO bebê de Rosemary. Com Mia Farrow, John Cassavetes (EUA, 1968. Terror. 2h22). Um jovem casal muda para um novo apartamento, cercado por vizinhos peculiares e ocorrências estranhas. Misteriosamente a mulher fica grávida e torna-se paranóica com a segurança e o destino de seu futuro filho.  Centro Cultural Banco do Brasil, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2020). Cinemas 1 (102 pessoas) e 2 (50 pessoas). Grátis, com retirada de senhas. Até 7 de agosto. 

PROJETO MÚSICA NA TELA – Exibição de Uma noite em 67, de Renato Terra e Ricardo Calil. O documentário apresenta os elementos que transformaram a final do 3º Festival de Música Popular Brasileira, da TV Record, em 21 de outubro de 1967, no clímax da produção musical dos anos 60 no Brasil. Para tanto, o filme resgata imagens históricas e traz depoimentos inéditos de alguns dos principais personagens dessa década: Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Roberto Carlos, Edu Lobo e Sérgio Ricardo. O debate que acontece após a exibição do filme traz o diretor Renato Terra e Magro Waghabi, do MPB4, com mediação do crítico de cinema Marcelo Janot e do jornalista e crítico musical Tárik de Souza. Oi Futuro Ipanema, Rua Visconde de Pirajá, 53, Ipanema (3201-3010). 5ª, às 19h. Grátis. Livre. Distribuição de senhas meia hora antes da exibição.