Teatro - de 06 a 12 de maio

TEATRO/ESTREIA

ATO DE COMUNHÃO – De Lautaro Vilo. Performance e direção artística de  Gilberto Gawronski. Vídeos: Jorge Neto. Situado entre o happening e  a performance, o monólogo com Gilberto Gawronski narra  três momentos na vida de um homem:  sua  festa de aniversário de oito anos, a cerimônia fúnebre da mãe em sua juventude e, já adulto, o encontro com alguém que conheceu pela internet, com consequências bizarras. Espaço Cultural Municipal Sergio Porto, Rua Humaitá 163, Humaitá, entrada pela Rua Visconde e Silva (2266-0896). Cap.: 24 pessoas. 5ª a sáb., às  21h; dom, às 19h; dom., às 16h.  R$ 10. Estudantes e idosos pagam meia. 18 anos. Duração: 55 minutos. Até 29 de maio.

AUTOPEÇAS 2 – PEÇAS DE ENCAIXAR –  Dramaturgia de  Bel Garcia. Direção de Cesar Augusto e Susana Ribeiro. Com Ana Abbott, João Rodrigo Ostrower, Jonas Gadelha, Mariana Nunes e elenco. Resultado de uma oficina de dramaturgia realizada pela Cia. dos Atores, o  projeto reúne seis peças com textos próprios e temáticas diferenciadas que vão sendo "encaixadas" durante a encenação.  Espaço Sesc, Rua Domingo Ferreira, 160,  Copacabana (2547-0156). Cap.: 242 pessoas. 4ª a sáb., às 21h;  dom., às 19h30. R$ 16. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. Comerciários: R$ 4. 18 anos. Duração: 1h10. Até 29 de maio. Estreia na quarta (11/05)

DIÁRIOS DO PARAÍSO –  Texto e direção de Caio de Andrade. Com Jaime Leibovitch, Fernanda Thuran, Klaís Bicalho, Monique Deboutteville e Ray Lucas. Uma família americana se transforma quando o pai cinegrafista, em 1939,  vai para um seringal amazônico, registrar o nascimento de uma cidade em plena selva. Teatro Leblon / Sala Marília Pêra, Rua Conde  Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 462 pessoas. 3ª,  às 21h.  R$ 50.  Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h30. Até 15 de junho. Estreia na terça (10/05).

OH! LILI – Concepção e direção de Isabel Penoni. Pesquisa e criação da  Cia. Marginal. Supervisão de dramaturgia: Rosyane Trotta.  O cotidiano de uma prisão de regime fechado é o ponto de partida da Cia. Marginal para falar da liberdade. Os rituais de convivência, as hierarquias, os ritos sexuais, as cartas e visitas são algumas das vivências experimentadas por seis presidiários na tentativa de sobreviver à vida no sistema prisional.  Teatro Municipal Maria Clara Machado, Planetário da Gávea, Av. Padre Leonel França, 240, Gávea (2274-0046). Cap.: 124 pessoas. 2ª e 3ª, às 21h. R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 18 anos. Duração: 1h20.  Até 1º de junho. Estreia na terça (10/05).

OXIGÊNIO – Espetáculo da a Companhia Brasileira de Teatro. Texto do autor russo  Ivan Viripaev. Tradução: Irina Starostina e Giovana Soar. Direção de  Marcio Abreu. Participação dos músicos:  Gabriel Schwartz e Vadeco.  A peça parte de uma história do cotidiano – um jovem acusado pelo assassinato da mulher – para refletir sobre o que é essencial para cada um de nós. Espaço Sesc / Mezanino, Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana (2547-0156). Cap.: 80 pessoas. 5ª e dom., às 20h; 6ª e sáb., às 21h30. R$  R$16. Estudantes e idosos pagam meia. Comerciários: R$ 4. 18 anos. Duração: 1h20. Até 29 de maio. Estreia na quinta (12/05)

TEATRO/REESTREIAS

A/VERSÃO – Texto de Mariana Rebelo. Direção de Rodrigo Sant’anna. Com Leandro Lamas e  Mariana Rebelo. A trajetória do casal Nick e Julie, dois personagens de um filme – uma comédia romântica.  Do primeiro encontro até a separação, tudo é contado em esquetes cômicos sempre em duas versões: a dele e a dela.  Teatro Candido Mendes, Rua Joana Angelica, 63,  Ipanema (2267-7295). Cap.: 133 pessoas. 5ª a sáb., às 21h; dom., às 20h. Ingresso para casal: R$ 30. Ingressos individuais: R$ 30 (5ª e 6ª) e R$ 40 (sáb. e dom.). Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 24 de julho.

AS PRECIOSAS RIDÍCULAS – Texto de Molière. Adaptação e tradução de João Bethencourt. Direção de Cláudio Torres Gonzaga. Com a  Limite 151 Cia. Artística. O texto de  Molière aborda em tom de comédia um tema bastante atual, a busca pela celebridade instantânea através da história de duas moças burguesas que vivem imitando as socilalites da época, mas acabam recebendo uma merecida lição. Teatro Glauce Rocha,  Av. Rio Branco, 179, Centro (2220-0259). Cap.: 278 pessoas. 4ª e 5,  às 19h.  R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 10 anos. Duração: 1h10. Reestreia na quinta (12/05).  Ensaio aberto, na quarta (11/05), com ingressos a R$ 5

TEATRO/MOSTRAS E FESTIVAIS

OCUPAÇÃO FOGUETES MARAVILHA – Durante o mês de maio, o grupo Foguetes Maravilha ocupa o Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto,  com três espetáculos em que situações e personagens multifacetados desafiam as convenções teatrais.  2 HISTÓRIAS – O espetáculo reúne dois monólogos com  pontos de vista sobre personagens limítrofes, deslocados e inadaptados. Em “Uma história nefanda” , Felipe Rocha atua e dirige um conto do escritor Sérgio Sant’anna, conhecido por suas obras de caráter experimental e transgressivo. Em cena, mãe e filho em um embate avassalador, onde o conflito de gerações leva a um desenlace radical. Em “Alcubierre”, Alex Cassal atua em seu próprio texto, com direção de Clara Kutner. Mistura de autobiografia e ficção científica, o monólogo traça um retrato do momento em que nos apaixonamos pela primeira vez, e os caminhos que nossa vida pode seguir a partir daí (5ª, às 21h. Duração: 50 minutos. 14 anos. Até 26 de maio).  NINGUÉM FALOU QUE SERIA FÁCIL – Com texto e co-direção de Felipe Rocha e direção de Alex Cassal, o espetáculo traz no elenco além de Felipe Rocha, Renato Linhares e Stella Rabello interpretam uma série de episódios que destacam variados aspectos de comunicação humana, principalmente dentro do quadro familiar (6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h. Duração: 1h30. 16 anos. Até 29 de maio). ELE PRECISA COMEÇAR – O monólogo com texto e  atuação de Felipe Rocha e direção de Felipe e Alex Cassal, traz para a cena um homem que, fechado num quarto de hotel, decide escrever uma peça de teatro. A tarefa se transforma em uma enxurrada de personagens, mergulhados em histórias marcadas por um  humor iconoclasta e delirante (dom., às 18h. Duração: 1h10. 14 anos. Até 29 de maio). Espaço Cultural Sérgio Porto, Rua Humaitá, 163, Humaitá (2535-3846).  Cap.: 162 pessoas. 5ª, às 21h; 6ª e sáb., às 21h; dom., às 18h e 20h. R$ 20 (cada espetáculo). Estudantes e idosos pagam meia.  Até 29 de maio. 

FESTIVAL DE TEATRO CIDADE DO RIO DE JANEIRO – O festival coordenado por Eduardo Marins reúne 16 montagens de artistas emergentes que concorrem ao Prêmio Arlequim.  3ª, às 21hSolo trágico. Texto de Gláucia Flores y Reyes. Direção de Joel Endsleigh Duarte. Com Aline Vargas. O espetáculo trata da  dor do amor traído, a vingança e o ódio profundos através de uma mulher que toma o público como confessor e divide seu drama drama particular que pode levá-la à loucura e à morte  (16 anos / 50 min). 4ª, às 21hTorpedos. Texto e direção de Alice Steinbruck. Com Alice Steinbruck, Amaury Lorenzo, Dai Fiorati, Felipe Leopardo. Espetáculo composto por seis histórias curtas que traçam momentos na vida de personagens perdidos numa metrópole. Sexo, amor, violência e solidão são as temáticas que unem todas as histórias de uma forma (12 anos / 1h). 5ª, às 21hDois perdidos numa noite suja. De Plínio Marcos. Direção de Nancy Galvão. Com Luciano Caldas e Victor Garcia..A convivência turbulenta entre dois sujeitos marginalizados:  o agressivo Paco e o sonhador Tonho (12 anos / 1h30). Teatro Princesa Isabel, Av. Princesa Isabel, 186, Copacabana (2275-3346). Cap.: 300 pessoas. 3ª a 6ª, às 21h.  R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia.  

PROJETO TOLSTOI NOS 20 ANOS DO STUDIO STANISLAVSKI – Nas comemorações dos 20 anos do Studio Stanislavski, a companhia coordenada pela diretora  Celina Sodré apresenta cinco pequenas montagens com diversas leituras do  romance “Guerra e Paz”, de Leon Tolstoi. 3ª, às 20h:  Moscou é uma jaula. Direção de Celina Sodré.  Com Marcus Fritsch. O monólogo parte do texto de Tolstoi para destacar aspectos  psicológicos da sociedade russa na época das guerras napoleônicas.  Até 5 de julho. 4ª, às 20hO vazio da moldura e dos espelhos. Direção de Silvia Pasello. Com  Dandara Vital, Carlos Tonelli, Carol Caju e Juan Carlos. A aristocracia russa enfrenta o vazio como uma falta concreta e tenta compensar esta falta, cada um de sua maneira. Até 6 de julho. 6ª, às 20h (a partir de 22/04): Corredor polonês. Direção de Dinah Cesare. Com Carolina Caju, Kettlen Cajueiro e Sérgio Kauffmann. O uso da expressão 'corredor polonês' como uma forma de punição é explicado dentro de um contexto político e histórico.  Até 8 de julho. Sáb., às 20hOs casamentos se decidem no céu. Direção de Henrique Gusmão.  Com Davi de Carvalho, Joana dos Santos e Tuini Bitencourt. Inspirado no segundo volume de Guerra e Paz, quando Leon Tolstoi trata do surgimento do amor entre os personagens André e Natacha.  Até 9 de julho. Dom., às 20hNinguém leu Guerra e Paz. Com direção de Fabio Porchat, a comédia busca desmistificar o clássico e desconstruir a 'profundidade' do livro. O elenco ‘explica’ a obra para a plateia, com a história, personagens e especialmente o contexto histórico. Até 10 de julho.  Instituto do Ator, Rua da Lapa, 161, Lapa (2224-8878). Cap.: 16 pessoas. 3ª e 4ª e de 6ª a dom., às 20h. R$ 20 (cada espetáculo). Estudantes e idosos pagam meia (pagamento em dinheiro ou cheque). 14 anos. Duração: 30 minutos (cada espetáculo). Até 10 de julho. 

GRÁTIS

OS FÍSICOS – Texto de Friedrich Durrenamatt. Tradução de João Marchner. Direção de Silvia Monte. Com elenco formado por magistrados e desembargadores, a peça conta a história de três renomados físicos que estão internados numa clínica psiquiátrica, palco de uma série de misteriosos  assassinatos. Centro Cultural do Poder Judiciário,  Rua Dom Manuel, 29,  Centro (3133-3366). 2ª e 3ª, às 19h. Grátis com retirada de senhas a partir das 18h. 12 anos. 

DANÇA/ÚNICAS APRESENTAÇÕES

CELTIC LEGENDS – Coreografia de Ger Hayes. Direção musical de  Liz Knowles. O grupo formado por seis músicos e 14 bailarinos mostra o virtuosismo e a técnica da música folclórica e a dança da Irlanda. Os sons produzidos por instrumentos tradicionais da Irlanda como o violino, o grande tambor bodhran, o instrumento de sopro uileann, com sonoridade medieval típica da civilização celta, servem de base  base para as velozes coreografias de sapateado apresentadas no espetáculo.  Vivo Rio, Av. Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo (2272-2940). Cap.: 2.000 pessoas. 4ª,  às 21h30.  R$ 80 (setor 3),  R$ 100 (setor 2), R$ 120 (frisas), R$ 140 (setor 1 e camarote B), R$ 160 (stor vip)  e R$ 180 (setor vip e camarote A). Meia entrada para estudantes e idosos. Livre. Menores de 16 anos acompanhados por responsáveis. Duração: 1h40. 

TEATRO/EM CARTAZ

3 MULHERES, 1 DESTINO - Texto e direção de Fabrisio Coelho. Com Flávia Siqueira, Rita Luz e Claudia Cabral. As lembranças e novos valores de três amigas que viveram intensamente as transformações políticas e sociais dos anos 80. Teatro Princesa Isabel, Av. Princesa Isabel, 186, Copacabana (2275-3346). Cap.: 320 pessoas. Dom.,  às 20h.  R$ 40. Estudantes, professores e idosos pagam meia.  12 anos. Duração: 1h20.  Até 29 de maio. 

OS 39 DEGRAUS – Texto de Patrick Barlow. Tradução e adaptação de Clara Carvalho e Alexandre Reinecke. Direção de Alexandre Reinecke. Com Dan Stulbach, Danton Mello, Henrique Stroeter, Fabiana Gugli e Paulo Ivo (stand in). A mistura de comédia romântica com espionagem e suspense,  traz o ator Dan Stulbach na pele de um sedutor incorrigível que se envolve no misterioso caso de assassinato de um bela espiã  tendo como cenário a Londres antes da Segunda Guerra. Teatro Leblon – Sala Marília Pêra, Rua Conde  Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 462 pessoas. 5ª a sáb., às  21h; dom., às 18h. R$ 78.  Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h40. Até 10 de julho.  Na quinta, sexta e domingo, todos pagam R$ 39.  Cotação JB: ** (Bom).

45 MINUTOS – Texto de Marcelo Pedreira. Direção de Roberto Alvim. Com Caco Ciocler. O espetáculo questiona o papel transformador do teatro através do monólogo de um ator sozinho em um palco vazio, que tenta entreter o público por exatos 45 minutos. Sem uma trama ou personagem no qual possa se amparar, o ator procura, desesperadamente, meios de preencher o tempo. Teatro Sesi, Av. Graça Aranha, 1, Centro (2563-4168). Cap.: 350 pessoas.  5ª a dom., às 19h30. R$ 40. Estudantes e idosos pagam meia. 12  anos. Duração: 1h. Até 26 de junho. Vendas on line: www.ticketronic.com.br.  Cotação/Ana Lúcia Vieira: ** (Bom)

A OLHO NU – Texto e direção de Duda Gorter. Com Rose Abdallah e Alexandre Dantas. Sentindo-se frágil e desamparada, uma mulher decide romper com tudo e criar uma nova realidade, mais segura e harmoniosa. Porém, diante de uma figura masculina se vê obrigada a interagir com o mundo real.  Teatro dos Quatro, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º andar (2274-9895). Cap.: 402 pessoas. 3ª e 4ª, às 21h30. R$ 60. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 50 minutos.  Até 27 de julho. 

ADÉLIA – Com a Cia. de Teatro Íntimo. Direção de Renato Farias. Alternando a força do desejo e a devoção espiritual, as palavras da poeta mineira Adélia Prado  desnudam a alma feminina. Em meio a roupas penduradas no varal e bacias cheias d'água, as  atrizes Bellatrix, Fernanda Boechat e Gabriela Haviaras transformam o cotidiano em poesia e criam um diálogo entre o sagrado e o profano. Solar de Botafogo / Espaço 2, Rua General Polidoro, 180, Botafogo (2543-5411). Cap.: 25 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h30. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 16 anos.  Duração: 50 minutos. Até 29 de maio. Cotação/Daniele Ávila: *** (Ótimo)

ARLECHINO – Texto de Roberto Gotts.  Direção de Luiz Borges. Com Will Gama. O monólogo mostra a infeliz vida de Evaristo, um comediante humilde, que para suportar sua própria desgraça, se funde com a alegre e irresponsável personalidade de seu papel favorito, Arlechino, um personagem da Commédia Dell'Arte. Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente 52, 3º piso, Gávea (2274-7246). Cap.: 400 pessoas. 5ª, às  19h. R$ 40. Estudantes, idosos pagam meia e quem doar um quilo de alimento não perecível pagam meia. Duração: 1h. 14 anos. Até 24 de maio. 

OS CAPANGAS – Texto de Rodrigo Candelot, Saulo Rodrigues e Paula Rocha. Supervisão Dramatúrgica de Ivan Fernandes. Direção de Rubens Camelo. Com  Charles Paraventi, Igor Paiva, Mário Hermeto, Aldo Perrota, Rodrigo Candelot e Saulo Rodrigues.  Três atores desempregados dividem um conjugado em Copacabana e  fazem de tudo para ganhar um trocado, de estátua viva a dublê em filmes B, até que recebem uma notícia que muda radicalmente suas vidas. Teatro Candido Mendes, Rua Joana Angelica, 63, Ipanema (2267-7295). Cap.: 133 pessoas. 3ª e 4ª, às 21h.  R$ 40. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20.  Até 13 de julho. 

COMÉDIA À LA CARTE – Felipe Absalão e Marcelo Oliosi (o irreverente repórter Smigol do SporTv) mostram o humor e a irreverência da stand-up comedy. Os dois humoristas se revezam no palco sempre com a presença de convidados, mostrando variados estilos de humor e novos textos que fazem a cada apresentação um espetáculo diferente. Teatro dos Grandes Atores, Shopping Barra Square, Av. das Américas, 3.555, Barra da Tijuca (3325-1645). Cap.: 396 pessoas. 6ª e sáb., às 23h. R$ 60.  Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h. Até 28 de maio. 

CHUVA DE ARROZ – Texto de Felipe Barenco. Direção de Vinicius Arneiro. Com  Carine Klimeck.  No monólogo tragicômico, a atriz Carine Klimeck interpreta uma noiva, Luisa, que descobre a traição do futuro marido no dia do casamento. Revoltada e disposta a não perder o investimento afetivo e econômico que fez no casório, Luisa invade uma estação de rádio e abre vaga de noivo para qualquer ouvinte. A partir daí, vai contando a sua história durante essa busca insana. Centro Cultural Correios, Rua Visconde de  Itaboraí, 20, Centro (2219-5165). Cap.: 200 pessoas. 5ª a dom., às 19h. R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20. Até 15 de maio. 

COMÉDIA EM PÉ – Com  Claudio Torres Gonzaga, Fábio Porchat, Fernando Caruso, Léo Lins e Paulo Carvalho.  O grupo de humoristas usa apenas o microfone e o texto para debochar dos aspectos inusitados da vida. Teatro dos Grandes Atores/Sala Vermelha, Shopping Barra Square, Av. das Américas, 3.555, Barra da Tijuca  (3325-1645). Cap.: 396 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h.  R$ 60. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h30. Até 29 de maio. Teatro das Artes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540-6004). Cap.: 456 pessoas. 6ª e sáb., às 23h.  R$ 50. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h30. Até 30 de julho. Vendas onliene: www.ingresso.com.  Cotação/Claudia Chaves: *** (Ótimo)

COMÉDIA DE SALTO –  Texto, direção e interpretação de Camila Vaz, Letícia Novaes e Larissa Câmara. O espetáculo  explora estilo stand up comedy para falar sobre assuntos recorrentes ao universo feminino. Teatro Maria Clara Machado, Planetário da Gávea, Av. Padre Leonel França, 240, Gávea (2274-7722). Cap.: 124 pessoas. 5ª,  às 21h30.  R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h. Até 26 de maio.

CONVERSANDO COM MAMÃE –  Texto de  Santiago Carlos Oves. Versão teatral de Jordi Galcerán. Direção de Susana Garcia. Com Beatriz Segall e Herson Capri. Apesar da  leveza  que pontua o diálogo entre uma mãe de 82 anos e seu filho cinquentão, o texto do cineasta e roteirista argentino Santiago Carlos Oves levanta conflitos e questões que envolvem a relação entre mãe e filho, como solidão, traição, casamento, sexo e medo. Teatro Fashion Mall/Teatro 2, Shopping Fashion Mall, Estrada da Gávea, 899, 2º piso, São Conrado (2422-9800). Cap.: 296 pessoas.  6ª e sáb., às 21h; dom., às 19h. R$ 80. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h20. Até 29 de maio.   Cotação/Claudia Chaves: **(Ótimo)

COZINHA E DEPENDÊNCIAS – Texto de  Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri. Direção de  Bianca Byington e Leonardo Netto. Com Analu Prestes, Bianca Byington, Silvia Buarque, Kiko Mascarenhas, Leandro Castilho e Márcio Vito. Um jantar de reencontro de velhos amigos traz à tona ressentimentos, tensões e mágoas acumuladas no período de dez anos. Teatro Poeira, Rua São João Batista, 104,  Botafogo (2537-8053). Cap.: 130 pessoas. 6ª a dom., às 19h30. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia.  14 anos. Duração: 1h. Até 26 de junho. Promoção: quem comprar ingresso para a peça 'Um dia como os outros'  paga R$ 40 ou R$ 20 (meia) pelas duasCotação/Teresa Mascarenhas: *** (Ótimo)

DOIDAS E SANTAS – Texto de Regiana Antonini, livremente inspirado em crônicas da romancista Martha Medeiros. Direção de Ernesto Piccolo. Com Cissa Guimarães, Giusepe Oristanio e Josie Antello. Psicanalista rompe casamento de 20 anos e o encantamento com a nova fase de vida só é quebrado pelas constantes interferências da mãe, da filha, da irmã e do inconformado ex-marido. Teatro Vannucci, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, Gávea (2274-7246). Cap.: 425 pessoas. 5ª a sáb., às 21h30; dom., às 20h. R$ 50 (5), R$ 60 (6ª), R$ 70 (dom.) e R$ 80 (sáb). Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h35. Até 31 de julho.  Vendas online: ingresso.com. Cotação/Claudia Chaves: ** (Bom)

A ESCOLA DO ESCÂNDALO – Texto de Richard Brinsley Sheridan. Tradução, adaptação e direção de Miguel Falabella. Com Ney Latorraca, Maria Padilha, Bruno Gracia, Guida Vianna,  Rita Elmôr, Edi Botelho, Chico Tenreiro, Bianca Comparato e Aramando Babbaioff. Atriz convidada: Jacqueline Laurence. A comédia de intrigas, ambientada nos salões da alta burguesia londrina, a trama do autor irlandês Richard  Sheridan (1751-1815) retrata a frivolidade e a hipocrisia de uma sociedade regida pelo jogo de interesses e aparências. Espaço 'Tom Jobim, Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Rua Jardim Botânico, 1.008 (2274-7012). Cap.: 340 pessoas. 6ª e sáb., às 21h. dom., às 19h. R$ 80. Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 2h. Até 6 de junho.  Cotação JB: ** (Bom).

ESTRANHO CASAL– Texto de Neil Simon. Tradução de Gilberto Braga. Direção de Celso Nunes. Com Carmo Dalla Vecchia, Edson Fiesch, Bel Kutner, Clara Garcia e elenco. Felix, um jornalista obcecado por limpeza, é posto para fora de casa pela mulher e muda-se para o apartamento de  Oscar, um desleixado comentarista esportivo.Teatro Fashion Mall/Teatro 1, Shopping Fashion Mall, Estrada da Gávea, 899, 2º piso, São Conrado (2422-9800). Cap.: 490 pessoas.  6ª e sáb., às 21h30; dom., às 20h. R$ 60 (6ª e dom.) e R$ 70 (sáb.). Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos.  Duração: 1h30. Até 29 de maio. Cotação/Daniele Ávila: * (Regular)

A ESTUPIDEZ – Texto de Rafael Spregelburd. Tradução e adaptação de Letícia Isnard. Direção de Ivan Sugahara. Com Alcemar Vieira, Cristina Flores, José Karini, Letícia Isnard e Saulo Rodrigues. A montagem da companhia paulista Os Dezequilibrados, com texto do argentino Rafael Spregelburd, coloca em cena a estupidez humana em uma comédia ácida que evidencia a nossa própria estupidez, presente na vida cotidiana e nos grandes setores da sociedade. Centro Cultural Banco do Brasil / Teatro 2, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2049). Cap.: 155 pessoas. 5ª a dom., às 19h30. R$ 10. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 14anos. Duração: 2h. Até 29 de maio.  Cotação JB: ** (Bom).

EU E OS MENINOS – Texto de e João Sant'anna, André Pellegrino e Daniel Zubrinsky. Direção de Bernardo Jablonski e Cico Caseira. Com Adriano Martins, Luana Manuel, João Sant`Anna, Daniel Belmonte, André Pellegrino e elenco. A comédia traz uma visão surreal e satírica da trajetória de  de Jesus, desde sua infância, passando pela adolescência, até a chegada à vida adulta. Teatro Tablado, Av. Lineu de Paula Machado, 795,  Lagoa (2294-7847/ 2239-0229). Cap.: 150 pessoas. Sáb.,  às 21h30; dom., às 20h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h15. Até 15 de maio. 

EU TE AMO MESMO ASSIM – Adaptação de texto de Jô Abdu. Direção de João Sanches. Supervisão de João Falcão. Com Laila Garin e Osvaldo Mil. Músicos: Tássio Ramos,  Ricco Viana, Rick de La Torre e Toninho Van Ahn. Uma discussão sobre as possibilidades do amor, desde a conquista até dicas para esquecer uma paixão, a partir do texto A arte de amar, do poeta Ovídio (43 a.C.- 7 d.C.) e de músicas de compositores como Chico Buarque, Vinicius de Moraes e Tim Maia. Teatro das Artes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540- 6004). 6ª e sáb., às 19h. R$ 50.   Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h . Até 21 de maio. Cotação/Ana Lúcia Vieira: ** (Bom)

OS EXCULAXADOS – Texto de Beto Moreno. Direção de Chico Anysio. Com Alexandre Maguolo, Beto Moreno, Rafael Guimalle, Maykon Robert e Will Gama.. A comédia brinca com fatos do cotidiano e as neuroses urbanas elevadas a um grau máximo de humor. Teatro Eduardo Kraichete /  Espaço Cultural  Associação Médica Fluminense, Av. Roberto Silveira, 123, Icaraí, Niterói (2710-1549). Cap.: 330 pessoas. 5ª, às  21h. R$ 40. Estudantes e idosos  pagam meia. 14 anos.  Duração: 1h. Até 19 de maio.

LENTE DE AUMENTO – Texto e interpretação de Leandro Hassum. Direção de Daniela Ocampo. O humorista faz uma sátira aos aspectos ridículos e inusitados de algumas situações do cotidiano. Teatro das Artes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso, Gávea (2540-6004). Cap.: 457 pessoas. 6ª e sáb., às 21h; dom., às 20h30.  R$ 70.  Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h15. Até 31 de julho. 

A LIÇÃO E A CANTORA CARECA – Texto de Eugene Ionesco. Direção de Camilla Amado e Delson Antunes. Com Nelson Xavier, Cecil Thiré, Thelma Reston, Renata Paschoal, Maria Gladys e Roberto Frota. O espetáculo reúne os textos A lição e A cantora careca, de Eugene Ionesco, que retratam as mazelas da condição humana com a mistura de humor, drama e diálogos absurdos marcantes na obra do autor  romeno. Teatro Maison de France, Av. Presidente Antonio Carlos, 58, Centro (2544-2533). Cap.: 352 pessoas.  5ª a sáb., às 20h; dom., às 19h. R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos.  Duração: 1h50 (com intervalo). Até 22 de maio.  Cotação JB: *** (Ótimo). Temporada popular com ingressos a R$ 20 e R$ 10 (meia)

LISÍSTRATA – O MUSICAL DA GREVE –  Adaptação e direção de João Júnior. Com Com Ana Luiza Landgraf,  Laíze Câmara, Priscila Garcia e elenco. A partir do texto de Aristófanes, escrito em 411 a.C., a comédia musical narra a história das mulheres atenienses que decretam greve de sexo até que os homens desistam de guerrear e optem pela paz. Centro Cultural Anglo Americano, Av. das Américas, 2.603, Barra da Tijuca (2439-8002). Cap.: 280 pessoas. Sáb., às 21h; dom., às 20h30.  R$ 40. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 29 de maio. 

LOUCURA – UM AUTOELOGIO DESCONCERTANTE – Direção de Brunna Napoleão. Com  Paula Goja . A partir de uma liver adaptação da obra  filosófica “Elogio da Loucura”, do teólogo e humanista holandês Erasmo de Roterdam, o monólogo faz  uma crítica a excessiva dose de razão empregada na avaliação das relações humanas no cotidiano das práticas sociais.  Casa de Cultura Laura Alvim / Espaço Rogério Cardoso, Av. Vieira Souto, 176, Ipanema (2247-6946). Capacidade: 70 pessoas. 3ª e 4ª, às  21h.  R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h. Ate 1º de junho. 

ME SALVE,  MUSICAL! –  Direção e dramaturgia de Pedro Bricio. Com  Susana Ribeiro, Gustavo Gasparani, Isabel Cavalcanti, Fernando Alves Pinto, Kelly Freitas, Celso André e Juliana Medella. O casal formado por um  diretor de musicais e uma aguarda um vôo para Nova York no aeroporto. Enquanto discutem a relação e tentam salvar o casamento, a sala de embarque é tomada por acontecimentos estranhos, cômicos, musicais e, absurdamente, dramáticos. Teatro  Laura Alvim, Av. Vieira Souto, 176, Ipanema (2332-2015). Cap.: 245 pessoas. 5ª a sáb., às 21h; dom., às 19h. R$ 30. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h50. Até 15 de maio. Cotação/Daniele Ávila: ** (Bom)

MEMÓRIA DA CANA – Espetáculo da companhia Os Fofos Encenam. Texto de Nelson Rodrigues. Adaptação do texto e direção de Newton Moreno. Com Carlos Ataíde, Kátia Daher, Luciana Lyra, Paulo de Pontes, Marcelo Andrade e Viviane Madu. Na livre adaptação do texto Álbum de família, de Nelson Rodrigues, o dramaturgo e diretor Newton Moreno aproxima o enredo rodrigueano das raízes familiares brasileiras estudadas pelo  antropólogo e historiador Gilberto Freyre. Centro Cultural Banco do Brasil / Teatro 3, Rua Primeiro de Março, 66, Centro (3808-2020). Cap.: 45 pessoas. 4ª a dom., às 19h30.  R$ 10. Estudantes e maiores de 60 anos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h30. Até 5 de junho.   Cotação JB: ** *(Ótimo).

MULHERES ALTERADAS – Dramaturgia de Andrea Maltarolli. Colaboração: Bernardo Jablosnki. Direção de Eduardo Figueiredo. Com  Luiza Tomé, Mel Lisboa, Adriane Galisteu e Daniel Del Sarto. Baseado na série homônima da chargista e cartunista argentina Maitena, a comédia mapeia com humor o fascinante e misterioso universo feminino.Teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea, Rua Marquês de São Vicente, 52/3º piso, Gávea ( 2274-9696). Cap.: 527 pessoas. 5ª a  sáb., às 21h30; dom., às 20h.  R$ 70 (5ª e  dom.) e R$ 80 (6ª e sáb.).  12 anos.  Duração: 1h20. Até 5 de junho.  Cotação JB: * (Regular).

O PACTO DAS 3 MENINAS – Texto de Lulu Silva Telles e Rosane Svartman. Direção de Ernesto Piccolo. Diretora assistente: Maria Zilda Bethlem. Com Rosamaria Murtinho, Camila Amado, Marly Bueno eLafayette Galvão. Aos vinte anos, a amigas Branca, Marta e Vera fazem um pacto de perseguir seus sonhos e levar uma vida plena de liberdade. Cinquenta anos depois, se reencontram e descobrem que ainda há futuro e nada será como está. Teatro Clara Nunes, Shopping da Gávea,  Rua Marquês de São Vicente, 52/3º piso, Gávea (2274-9696). Cap.: 527 pessoas. 5ª, 6ª e sáb., às 18h. R$ 60 (5ª e 6ª) e R$ 70 (sáb.). Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração 1h15. Até 27 de junho.  Cotação/Ana Lúcia Vieira: * (Regular)

PROHIBIDÃO - Texto de Thiago Braga e Thiago Chagas. Direção de Bemvindo Sequeira. Com Thiago Braga e Thiago Chagas. Num programa de televisão clandestino, atitudes da sociedade consideradas proibidas, sejam por lei ou por valores, são abordadas de maneira cômica. Sesc Rio Casa da Gávea, Praça Santos Dumont, 116,sobrado, Gávea (2239-3511/ 2512-4862). Cap.: 80 pessoas. 6ª, às 21h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 14 anos. Duração: 1h10. Até 27 de maio. 

QUEM GUENTA COM ESSA VERDADE? - Texto e direção de Fabrisio Coelho. Com Alex Gomes, Flávia Siqueira,  Lino Correa, Rita Luz e Jeferson Jima. Além da total desarmonia, família de classe média enfrenta a falência e é obrigada a se refugiar na casa do fiel mordomo da família no subúrbio carioca. Teatro Princesa Isabel, Av. Princesa Isabel, 186, Copacabana (2275-3346).  Cap.: 320 pessoas. Sáb., às 20h.  R$ 40. Estudantes, professores e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h30.  Até 28 de maio.

QUEM VAI FICAR COM ELA?  – Texto de Felipe Adleer. Direção de Luiz Furlanetto. Com Felipe Adleer, Luciana Simi e Lucas Lins e Silva. A comédia mostra as agruras de uma solteira de 25 anos à procura de sua alma gêmea em um site de relacionamento. Teatro Miguel Falabella, Norte Shopping,  Av. Dom Helder Câmara, 5.332, Cachambi (2595-8245). Cap.: 456 pessoas. 3ª e 4ª, às 18h.  R$ 20.  Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos.  Duração: 1h10.  Até 31 de maio.

RAUL VEIGA EM STAND UP MUSICAL – Consultoria artística e de roteiro: Claudio Botelho. Direção musical e arranjos: Jules Vandystadt. Atuação e roteiro de  Raul Veiga. Acompanhado por  Tony Luchessi (piano), Luciano Corrêa (cello) e Leo Bandeira (bateria), o ator de musicais Raul Veiga narra uma história fictícia, com lances engraçados e tristes, mas com  um final surpreendente e feliz. O inédito stand up musical é conduzido por canções de musicais consagrados como O fantasma da óperaChicagoWest side story, Hair, entre outros.  Teatro Leblon – Sala Fernanda Montenegro, Rua Conde Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 417 pessoas. 3ª e 4ª,  às 21h. R$ 50. Estudantes e idosos pagam meia. Livre. Duração: 1h30. Até 1º de junho.

O SANTO E A PORCA – Espetáculo da Cia Limite 151. Texto  de Ariano Suassuna. Direção de João Fonseca. Com Élcio Romar,  Gláucia Rodrigues, Marco Pigossi, Janaína Prado  e elenco. Para realizar seu sonho de casar com Pinhão, a esperta criada Caroba arquiteta um plano mirabolante, que envolve  patrão, um avarento fazendeiro que esconde sua fortuna em uma porquinha de barro. Teatro G lauce Rocha, Av. Rio Branco, 179,  Centro (2220-0259). Cap.: 278 pessoas. 6ª a dom., às 19h.  R$ 20. Estudantes e idosos pagam meia. 10 anos. Duração: 1h20. Até 29 de maio. Cotação/Claudia Chaves: ** (Bom).

SUBVERSÕES 21 –  Direção de Stella Miranda. Versões de Aloísio de Abreu e Luis Salem.  O projeto com versões provocativas para músicas de sucesso completa 21 anos e traz o trio Aloísio de Abreu, Luis Salem e Márcia Cabrita com uma nova montagem do musical com provocativas versões, que incluem clássicos comoMeu nome é Creuza (versão para O amor e o poder, hit eternizado na voz de Rosana) e novidades, como o caso de Gargalhada já (versão de Bad romance, de Lady Gaga). Teatro Leblon/Sala Marília Pêra, Rua Conde Bernadote, 26, Leblon (2529-7700). Cap.: 462 pessoas. 5ª a sáb. às 21h; dom., às 20h.  R$ 60 (5ª e 6ª) e R$ 70 (sáb. e dom.). Estudantes e idosos pagam meia. 12 anos. Duração: 1h15.  Até 18 de maio.  Cotação JB: ** (Bom)

UM DIA COMO OS OUTROS –  Texto de  Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri. Direção de  Bianca Byington e Leonardo Netto. Com Analu Prestes, Bianca Byington, Silvia Buarque, Kiko Mascarenhas, Leandro Castilho e Márcio Vito. A complexidade e a tênue harmonia das relações familiares são expostas  no encontro de um clã para comemoração de aniversário de um dos familiares. Teatro Poeira, Rua São João Batista, 104,  Botafogo (2537-8053). Cap.: 130 pessoas.  6ª a dom., às 21h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia.  14 anos. Duração: 1h20. Até 26 de junho. Promoção: quem comprar ingresso para a peça 'Cozinha e dependências'  paga R$ 40 ou R$ 20 (meia) pelas duas.  Cotação/Daniele Ávila: *** (Ótimo)

VARIAÇÕES FREUDIANAS 1: O SINTOMA LOCAL – Realização da  Cia. Inconsciente em Cena. Texto e concepção do psicanalista Antonio Quinet. Direção e encenação coreógrafico de Regina Miranda. Com Ilya São Paulo, Aline Deluna e Antonio Quinet. Participação do músico  José Eduardo Costa Silva (alaúde e guitarra barroca). Espetáculo intimista que convida o espectador a entrar no consultório do psicanalista e acompanhar suas elaborações sobre as teorias freudianas e os casos clínicos que são representados pelos atores. Casa de Cultura Laura Alvim / Espaço Rogério Cardoso, Av. Vieira Souto, 176, Ipanema (2332-2042). Cap.: 40 pessoas. Sáb., às 21h30; dom., às 20h. R$ 30. Estudantes e idosos pagam meia. 16 anos. Duração: 1h. Até 29 de maio.

Z.É. - ZENAS EMPROVISADAS - Em sua 19ª temporada, o show de humor com Fernando Caruso, Gregório Duvivier, Marcelo Adnet e Rafael Queiroga reúne esquetes variados, aula ao vivo de teatro com um diretor convidado e jogos de improviso, com temas sugeridos pela plateia. Nesta terça (10/05), os convidados são  João Velho e Claudio Torres GonzagaVivo Rio, Av. Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo (2272-2900). Cap.: 2.000 pessoas. 3ª, às 20h30. R$ 30 (plateia superior e auditório), R$ 40 (frisa e vip premium), R$ 60 (camarote B) e R$ 100 (camarote A). Estudantes e idosos pagam meia. 16 anos. Menores de 16 anos acompanhados por responsáveis. Duração: 1h.  Até 31 de  maio.  Cotação/Claudia Chaves: ***(Ótimo).