Praia vira palco para rodas de capoeira neste fim de semana no Rio

Cerca de 600 capoeiristas farão uma caminhada pela paz em Niterói

O fim de semana vai ser de batuque e pernada na praia. Para encerrar o Festival Internacional de Capoeira, que começou na última segunda-feira, cerca de 600 capoeiristas devem se reunir no sábado (13), para uma caminhada pela paz na orla de Niterói, na região metropolitana do Rio. 

A ação, que começa às 9h em frente ao Clube Central, na praia de Icaraí, vai promover também rodas de capoeira abertas à participação do público, ao longo de toda a extensão do calçadão.

Terminadas as rodas, a caminhada vai seguir até o Museu de Arte Contemporânea (MAC), cartão-postal da cidade. No local, está prevista uma grande roda, em que os atletas farão jogos de capoeira e apresentações para o público.

O festival faz parte do calendário do Grupo Capoeira Brasil e acontece todos os anos na segunda semana de agosto. O evento conta com a presença de mestres de capoeira e capoeiristas de 32 países, entre eles Israel, Hungria, Estados Unidos, Nova Zelândia, Japão, China e outros, que aproveitam o momento para visitar o Rio de Janeiro.

De acordo com o mestre Paulinho Sabiá, um dos fundadores do grupo, o objetivo do evento é de promover ações culturais e educativas para difundir a luta como parte essencial da cultura brasileira. Apesar de ter surgido no Brasil-colônia como forma de resistência à escravidão, a capoeira foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio imaterial brasileiro apenas em 2008.