Fora de final, nadadora brasileira admite temor por desmaio 

A nadadora brasileira Daiene Dias ficou com o sexto tempo em sua eliminatória dos 200 m borboleta e não disputará a final da prova nesta quarta-feira, pelos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Após a bateria, ela lamentou a falta de adaptação com a altitude da cidade mexicana, de cerca de 1500 m.

"Fico preocupada com a altitude, pelo fato de ano passado eu ter desmaiado e me sentido mal, então isso pesou um pouco na cabeça", disse a atleta, que enfrentou o mal-estar nos Jogos Sul-Americanos de 2010, disputados na cidade colombiana de Medellín.

Vítima da oxigenação de Guadalajara, Daiene marcou 2min19s23, contra 2min14s17 da americana Lindsay de Paul. Com dores, a brasileira tentou se conformar com a eliminação.

¿Eu já fui meio travada, mas eu tentei, fiz o meu melhor. Infelizmente não deu¿, declarou a brasileira ao deixar a piscina do Centro Aquático Scotiabank. ¿Tudo foi difícil. Na verdade, tudo. Agora, bola para frente¿, completou.

Fora da disputa por medalhas, Daiene Dias disputará a final B dos 200m borboleta às 19h54 (horário local, 22h54 de Brasília). A final A, com Joanna Maranhão, será na sequência, às 19h59 (do México, 22h59 do Brasil).