Prata em 2007, Natália Falavigna enfrenta americana em estreia no Pan

Livre das dores no joelho, Natália Falavigna entra no tablado do CODE II nesta terça-feira para a sua estreia no taekwondo do Pan de Guadalajara. O desafio inaugural será diante da americana Lauren Cahoon Hamon, dona de oito títulos nacionais, às 15h15 (de Brasília), em combate válido pela categoria até 67 kg.

Falavigna parte como séria candidata ao título pan-americano, credencial obtida graças à medalha de prata conquistada nos Jogos do Rio 2007 e ao épico, e inédito, bronze nas Olimpíadas de Pequim 2008. Qualquer prognóstico sobre o combate diante de Lauren, contudo, ainda é suspeito.

No início de 2011, Falavigna foi submetida a uma cirurgia para corrigir um rompimento nos ligamentos do joelho e ficou longe dos tatames. Curada da operação, a lutadora sequer precisou suar na seletiva para o Pan: sua adversária direta, Helloraine Paiva, não compareceu à disputa, configurando W.O.

Antes do Pan, ela optou por treinar na cidade de Sugar Land com o mestre Jean Lopez, que é o principal comandante da equipe de taekwondo dos Estados Unidos. "O treinos lá foram muito bons e proveitosos. Deu para pegar bastante coisa. Agora é se divertir e competir. Estou com muita vontade", disse.