Com "cubano", Brasil leva primeira medalha no remo do Pan

O Brasil conquistou nesta terça-feira sua primeira medalha pelo remo nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Na final do dois sem, disputada na Pista de Remo e Canoagem de Ciudad Guzmán, a dupla formada por João Borges Júnior e Alexis Mestre ficou em segundo lugar, atrás apenas dos americanos Michael Gennaro e Robert Otto, e conseguiu a prata na prova.

Os brasileiros contaram com uma importante arrancada no quilômetro final da raia de 2 mil metros, na qual levaram a melhor na disputa com os mexicanos Omar Tejada e Leopoldo Tejada. Em seguida, apertaram o ritmo e entraram na briga pelas medalhas, colando na ponta. O terceiro lugar da prova ficou com a dupla Peter McClelland e Steven Von Knotsenburg, na raia seis.

A dupla brasileira responsável pelo feito é metade "estrangeira". Alexis Árias Mestre, que completa 42 anos nesta quarta-feira, nasceu em Santa Clara, Cuba, competiu pelo país caribenho no Pan de 1987, em Indianápolis, no de 1991, em em Havana, no de 1995, em Mar del Plata. Conquistou três ouros seguidos, uma prata e um bronze.