Público vai ao delírio com apresentações de "queridinha" mexicana

Queridinha do povo mexicano, a ginasta Cynthia Valdez foi a 15º atleta a se apresentar na competição individual de ginástica rítmica com aro e a 24º com a bola. Ovacionada pelo público, que só para vê-la quase lotou o ginásio do Complexo Nissan, a jovem era só sorrisos. A cada movimento certeiro, uma chuva de aplausos. Apresentando-se ao som de uma música eletrônica que misturava batucada, Cynthia arrancou palmas ritmadas da plateia, que a tratava como uma verdadeira celebridade.

Nascida em Guadalajara, Jalisco, a jovem de 23 anos, além de ser a única mexicana nos concursos deste sábado, é uma grande medalhista. Bronze no Pan de Santo Domingo (2003) e prata no do Rio de Janeiro (2007), ela obviamente vem em busca do ouro em sua terra natal. Bonita e talentosa, Cynthia mesma convidou o público para prestigiar suas apresentações em suas declarações à imprensa.

Lesionada, Cynthia foi dúvida antes do início dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Dois anos afastada por conta de lesões, em especial uma entorse sofrida no tornozelo esquerdo pouco antes do evento, ela disse em outras ocasiões que já havia competido outras vezes lesionada, e que por isso não iria ficar de fora do Pan em Guadalajara.

Na véspera de sua apresentação, disse também aos jornais mexicanos que era preciso ter calma. Em sua primeira apresentação desta tarde de sábado, mostrou que podia usar a pressão ao seu favor e fez uma das melhores notas na tarde deste sábado. A sorridente Cynthia ficou com 25.025 com o aro.

Para a segunda apresentação, o narrador da competição teve que pedir silêncio ao público presente. Trocando a malha de cores fortes, alaranjadas, por uma toda roxa, Cynthia fez uma apresentação concentrada, tal qual a música. Entretanto, ao final de mais uma performance certeira, abriu o sorriso e agradeceu a sua plateia. Ao informar a segunda nota da atleta mexicana (25.525), nem o narrador se conteve e falou um "México" bastante animado.

Após as apresentações de aro e bola, as competidoras voltam para as apresentações de fita e clavas.