Mexicanas pagam R$ 260 em ingresso falso e ficam fora de abertura

Gastar dois mil pesos mexicanos em cada bilhete (cerca de R$ 260) e não poder assistir ao espetáculo pelo qual se pagou. Essa experiência foi vivida por pelo menos três pessoas na noite de sexta-feira, quando não puderam acompanhar a cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara pois os ingressos eram falsos.

A história foi contada pelo jornal local El Informador. As vítimas do golpe foram duas mulheres (sogra e nora) que há um mês compraram as entradas de uma outra moça que as oferecia na internet. Para verificar a validade dos bilhetes, elas até os levaram em três pontos de venda oficial, nos quais foram informadas de que não havia problema algum.

O cenário mudou na hora de entrar no Estádio Omnilife para acompanhar a festa de abertura do Pan. Desiludidas, tiveram de ouvir as interpretações dos artistas que se apresentaram do lado de fora da arena - além de ver pouca coisa do show de luzes e pirotecnia da festa.

Segundo contou uma das vítimas ao diário, o outro ingresso era para o genro, que veio da Cidade do México, a capital do país, especialmente para acompanhar o evento em Guadalajara - a distância entre as cidades é de aproximadamente 600 km. Irritado, ele foi embora imediatamente após ter a entrada barrada pelos policiais.