Brasileiro perde liderança no ciclismo e fica em 5º; Colômbia é ouro

O colombiano Hector Paez conquistou neste sábado a medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara no mountain bike cross-country. Em prova muito disputada na cidade de Tapalpa, Paez derrotou o americano Jeremiah Bishop e o brasileiro Rubens Valeriano, que também chegaram a liderar e que terminaram respectivamente no terceiro e quinto lugares.

Candidato a uma medalha, brasileiro Valeriano abriu prova na liderança, mas caiu de rendimentoFoto: Emanuel Colombari/Terra

Candidato a uma medalha, brasileiro Valeriano abriu prova na liderança, mas caiu de rendimentoFoto: Emanuel Colombari/Terra

Paez registrou o tempo de 1h31min12s nas cinco voltas do circuito, deixando para trás o canadense Maximilian Plaxton. Bishop, líder na segunda e terceira voltas, completou o pódio. Rubinho, que completou a primeira volta na ponta, terminou em quinto lugar e foi muito aplaudido ao cruzar a linha de chegada empurrando sua bicicleta.

Apenas o 120º colocado do ranking da União Internacional de Ciclismo (UCI), Paez superou os favoritos Plaxton (41º) e Bishop (51º) e conquistou o segundo ouro do Pan mexicano - o primeiro da Colômbia. O primeiro pódio do evento veio também no ciclismo mountain bike cross-country. Na versão feminina da prova, a americana Heather Irmiger confirmou os prognósticos e levou a medalha dourada.

A prova:

 A largada, sob céu limpo, colocou um brasileiro na ponta: um dos favoritos ao pódio, Rubinho assumiu a liderança na primeira volta, completando-a em 18min08. Atrás dele, vinham o americano Jeremiah Bishop, a 7s, e o colombiano Hector Paez, a 10s. O brasileiro Edivando Cruz, também cotado para uma boa posição, era apenas o 12º, a 54s do compatriota.

Na segunda volta, porém, Rubinho vacilou e caiu para a quarta posição, a 13s do líder Bishop (36min38s) - Paez se manteve em segundo, com o canadense Plaxton em terceiro. Pior: na volta seguinte, enquanto o americano somava o tempo de 54s55, Rubinho perdia também a quarta posição para o colombiano Mario Alberto Rojas.

Mas a vitória de Bishop, que parecia segura, virou uma dúvida na quarta volta: o americano caiu para o terceiro lugar, enquanto Paez cumpria a volta somando o tempo de 1min13s09, a 4s de Paxton. Rubinho, ainda o melhor brasileiro, seguia na quinta colocação, mas afastado dos três primeiros colocados.

As posições se mantiveram na última volta, com Paez sendo muito aplaudido ao cruzar a linha de chegada. Vice, Plaxton cumprimentou bastante o público, enquanto Bishop ficou com o bronze. Rubinho, distante dos líderes, apareceu no trecho final empurrando a sua bicicleta.