Coalizão Negra Por Direitos confirma Lula e mais de 100 candidaturas em lançamento em SP

Encontro ocorre nessa segunda-feira, na Ocupação 9 de julho, em São Paulo; Atividade terá transmissão ao vivo pelas redes da Coalizão

Foto: reprodução
Credit...Foto: reprodução

A Coalizão Negra por Direitos organiza para essa segunda-feira (6), das 17h às 22h, o lançamento da iniciativa "Quilombo nos Parlamentos". Para o encontro, marcado para Ocupação 9 de julho, em São Paulo, é esperada a presença de mais de 100 candidaturas negras de todo o país e do ex-presidente da República, Lula.

A maioria das candidaturas convidadas compõe a Coalizão Negra por Direitos e busca fortalecer a proposta do Quilombo nos Parlamentos. De acordo com o documento de apresentação divulgado, o projeto visa o “fortalecimento de pré-candidatas e pré-candidatos ao Congresso Nacional e às Assembleias Estaduais comprometidos com as pautas do movimento negro e apoiados pela Coalizão”.

“O Brasil precisa de lideranças negras do movimento negro em lugares de poder para que possamos falar e agir em nosso próprio nome”, destaca Sheila de Carvalho, advogada, diretora do Instituto de Referência Negra Peregum e integrante da Coalizão Negra por Direitos. “Somos a maioria da população brasileira e lutamos por direitos básicos dos quais a maioria da população negra ainda é constantemente privada, como direito à vida, à saúde, à educação, à alimentação. O movimento negro tem um projeto para todos os brasileiros. Não se trata de um Brasil para os negros, mas de um projeto com negros para o Brasil", completa.

Candidaturas de mais de 15 estados participam da iniciativa, que conta com a presença de ativistas de diferentes legendas, como PT, PSOL, PCdoB, PSB, PDT e Rede. Do total, ao menos 22 candidaturas buscam um lugar no Congresso Nacional, e as demais para as assembleias legislativas estaduais.

“Vamos eleger uma grande bancada do movimento negro, derrotar o fascismo e ajudar Lula governar esse país. O racismo é uma das facetas do bolsonarismo e é a característica que os organiza os identifica como grupo. Portanto, o Movimento Negro é a expressão mais evidente da antítese de Bolsonaro.", diz Douglas Belchior, pré-candidato a deputado federal.

Lula, quem hoje lidera as pesquisas de intenções de voto para a presidência da república, tem destacado a importância de se ampliar a presença de políticos progressistas no legislativo. A expectativa do PT, em São Paulo, é de ampliar a bancada hoje com 8 cadeiras para um número entre 12 e 16 no Congresso Nacional.

Além do ex-presidente da república, o encontro terá a participação de figuras importantes para a história do movimento negro brasileiro, como Sueli Carneiro, Helio Santos, Cida Bento, Milton Barbosa, Nilma Bentes e Monica Oliveira, dentre outros. O evento poderá ser acompanhado de maneira virtual pelas redes da Coalizão Negra por Direitos.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais