Na cúpula de Biden, Bolsonaro defende direitos humanos: 'valor inerente ao governo brasileiro'

...

Foto: Agência Brasil / Isac Nóbrega
Credit...Foto: Agência Brasil / Isac Nóbrega

Em discurso gravado para a Cúpula pela Democracia, exibido nesta sexta-feira (10), Jair Bolsonaro afirmou que o respeito aos direitos humanos é um "valor inerente ao governo brasileiro".
Segundo ele, a proteção dos direitos humanos é um valor "orientador de todas as nossas políticas públicas".

Alvo de sanções de empresas de tecnologia por publicar conteúdos que violam as regras das plataformas, o presidente brasileiro ainda defendeu a liberdade de expressão na Internet e se comprometeu com o "fortalecimento da democracia no mundo".

"Cumprimento o presidente Joe Biden pela iniciativa de organizar a Cúpula pela Democracia. Esta é uma oportunidade para renovar, no mais alto nível, nosso compromisso com o mundo com a defesa da democracia, o combate à corrupção e a proteção dos direitos humanos e das liberdades fundamentais", discursou.

O presidente também afirmou que não há nenhuma denúncia de corrupção contra seu governo. "Estamos completando três anos sem uma denúncia sequer contra o nosso governo, ao contrário do que ocorria em anos anteriores".

Bolsonaro, contudo, é investigado no Supremo Tribunal Federal (STF) pela suspeita de ter prevaricado.

"Reafirmo nossa determinação de proteger e respeitar os direitos humanos e as liberdades fundamentais de todos os brasileiros, independentemente da origem, raça, sexo, cor, idade, religião, sem qualquer forma de discriminação. A proteção dos direitos humanos é valor inerente ao governo brasileiro e orientador de todas as nossas políticas públicas e programas sociais", concluiu. (com agência Sputnik Brasil)

 

 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais