Bolsonaro entrega à Câmara MP que cria 'novo Bolsa Família'

Projeto não define valor a ser dado para os beneficiários

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Credit...Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro entregou ao Congresso, no fim da manhã desta segunda-feira (9), a medida provisória (MP) que cria um novo programa social que deve substituir o Bolsa Família. A MP, porém, não define o valor dado para os beneficiários.

A entrega do documento para o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), foi feita em comitiva, que contou com os ministros da Economia, Paulo Guedes, da Casa Civil, Ciro Nogueira, e da Cidadania, João Roma, entre outros.

Em uma declaração à imprensa, Bolsonaro disse que o valor deve ser "cerca de 50% maior" do que o Bolsa Família. Atualmente, a média dos benefícios é de R$ 190. Em entrevista, Roma afirmou que o valor deve ser definido até o fim de setembro, cerca de dois meses antes do novo programa ser implantado.

Chamado de Auxílio Brasil, o projeto tentará dar maior popularidade para o mandatário, que vem caindo nas pesquisas de opinião, e colocará fim ao Bolsa Família após 18 anos de implementação.

Bolsonaro sempre criticou publicamente o Bolsa Família, criado no governo de Luiz Inácio Lula da Silva e durante seu governo, foram diversos os cortes na quantidade de famílias beneficiadas.

O texto do novo programa não foi ainda divulgado na íntegra pela Casa Civil, mas especialistas estimam que haverá uma ampliação das pessoas atendidas.(com agência Ansa)