Marcelo Queiroga passa de testemunha a investigado na CPI da Covid, por decisão de Calheiros

Houve resistência entre os senadores para que o ministro da Saúde fosse incluído na lista, pois alguns julgam que ainda é necessário um maior aprofundamento das investigações para indicar Queiroga

Foto: Epa
Credit...Foto: Epa

O relator da CPI da covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), decidiu nesta quinta-feira (17) incluir o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, entre os investigados na CPI. A decisão dividiu senadores, pois alguns acreditam que seja necessário um aprofundamento das apurações antes de incluir o ministro na lista.

"Mas eu decidi incluir desde já por causa do que ele falou para o Tedros Adhanom [diretor da Organização Mundial da Saúde], falando em tratamento precoce e uso de cloroquina", disse Calheiros.

Tornando-se investigado, Queiroga fica sujeito a operações mais aprofundadas de quebra de sigilo e até de busca e apreensão pela CPI.

Quatro nomes já estão certos de passarem de testemunhas a investigados, são eles: os ex-ministros Eduardo Pazuello (Saúde) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores), o ex-secretário de Comunicação Social, Fábio Wajngarten, e a secretária de Gestão do Trabalho da Saúde, Mayra Pinheiro.

De acordo com Calheiros, a lista de investigados pode chegar até dez pessoas.(com agência Sputnik Brasil)



Houve resistência entre os senadores para que o ministro da Saúde fosse incluído na lista, pois alguns julgam que ainda é necessário um maior aprofundamento das...
Marcelo Queiroga é o quarto ministro da Saúde no governo Bolsonaro