Bolsonaro segue ameaçando a democracia: 'Se voto for eletrônico' em 2022 no Brasil, 'vai ser a mesma coisa dos EUA', afirma

Evaristo Sá/AFP
Credit...Evaristo Sá/AFP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nessa quinta-feira (7) que a falta de confiança nas eleições levou "a este problema que está acontecendo" nos Estados Unidos e que, no Brasil, "se tivermos voto eletrônico" em 2022, "vai ser a mesma coisa". O presidente conversava com apoiadores no jardim do Palácio da Alvorada. 

"O pessoal tem que analisar o que aconteceu nas eleições americanas agora. Basicamente, qual foi o problema, a causa dessa crise toda. Falta de confiança no voto. Então, lá, o pessoal votou e potencializaram o voto pelos correios por causa da tal da pandemia e houve gente lá que votou três, quatro vezes, mortos que votaram. Foi uma festa lá. Ninguém pode negar isso daí", disse Bolsonaro, sem citar provas, como sempre.

Na quarta-feira (6), a sessão de certificação do resultado da eleição de novembro foi interrompida após apoiadores do presidente Donald Trump invadirem o Capitólio. O episódio deixou quatro mortos e vários foram detidos.

"Então, a falta desta confiança levou a este problema que está acontecendo lá. E aqui no Brasil, se tivermos o voto eletrônico em 2022, vai ser a mesma coisa", afirmou Bolsonaro.

Ao contrário de diversos presidentes e autoridades de outros países que repudiaram o episódio, o governo brasileiro não emitiu uma nota oficial sobre o ocorrido.

"A fraude existe. Daí a imprensa vai falar 'sem prova, ele diz que a fraude existe'. Eu não vou responder esses canalhas da imprensa mais. Eu só fui eleito porque tive muito voto em 2018. Não estou falando que vou ser candidato ou que vou disputar as eleições", disse Bolsonaro. (com agência Sputnik Brasil)