'Bloomberg': Temer buscará pragmatismo após absolvição em segunda denúncia

Assim que a Câmara votar para arquivar a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, o governo vai procurar pôr um ponto final no escândalo de corrupção de cinco meses, a partir de uma agenda que seja prática e que garanta a aprovação de parlamentares, disse um ministro do governo em condição de anonimato à Bloomberg, em matéria publicada nesta quarta-feira (25). 

A Bloomberg ainda lista as propostas que estariam em análise pelo governo: 

° O ministro do Planejamento prepara medidas para estimular o consumo, enquanto o Palácio do Planalto acredita que temas como este podem melhorar a aprovação do governo;

>> 'Bloomberg': Se reformas ainda tiverem chance, votação de Temer vai dizer

° O governo e o Congresso vão tentar trabalhar em uma agenda microeconômica conjunta incluindo uma reforma tributária, empréstimos estudantis, e registro de crédito positivo. A Bloomberg também informa que eles vão tentar trabalhar juntos para desbloquear o projeto de habitação social "Minha Casa, Minha Vida" e o programa PAC;

° O governo planeja lançar uma campanha publicitária para mostrar que, apesar da impopularidade de Temer, a economia e o cenário de negócios do país melhoraram "consideravelmente desde que que ele assumiu o governo".

>> Temer Said to Turn Pragmatic After Relentless Corruption Charges