Governo e PMDB fazem reunião para tentar reaproximar Temer e Renan

A bancada do PMDB tenta reaproximar o presidente Michel Temer do líder do partido no Senado, Renan Calheiros, em reunião nesta terça-feira (9). O encontro é uma tentativa de demover Renan das reiteradas críticas e declarações contrárias às reformas trabalhista e previdenciária, bem como contra a terceirização.

A pauta da reunião não foi oficialmente informada, mas a expectativa é de que ela sirva para o partido aparar arestas e, dessa forma, favorecer uma unidade para a votação da reforma trabalhista.

>> Renan sobe o tom e chama Temer de conspirador

>> Renan diz que reforma da Previdência tem 'exageros': 'Da forma que está, não passa'

>> Renan ataca reforma da Previdência: "governo está encaminhando tudo errado"

De acordo com o Planalto, participam da reunião os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles; da Casa Civil, Eliseu Padilha; do Trabalho, Ronaldo Nogueira; da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy; e o da Secretaria Geral, Moreira Franco. Três senadores do PMDB não vieram ao encontro com Temer: Roberto Requião (PR), Dário Berger (SC) e Jader Barbalho (PA).

No último dia 4, Temer disse, em entrevista à Rede TV News, que Renan é conhecido por sua postura de "idas e vindas". Disse também acreditar que Renan voltaria a atuar em favor do governo federal e que quando isso ocorresse o receberia de braços abertos.

Com Agência Brasil