Ex-executivo da Odebrecht diz que movimentava US$ 7 milhões por mês em contas no exterior

O ex-executivo da Odebrecht, Olívio Rodrigues, acusado de operar e controlar contas no exterior utilizadas pela empreiteira para pagamentos ilícitos, disse em depoimento ao juiz Sergio Moro que a movimentava US$ 7 milhões por mês em suas offshores.

Questionado por Moro se em algum momento ele suspeitou de que se tratava de lavagem de dinheiro ou pagamentos ilegais, respondeu que “existia esse risco”, mas que nunca perguntou.