Polícia Federal faz operação para combater câmbio ilegal em Salvador

Com o aumento do número de visitantes na capital baiana, a Polícia Federal  (PF) fez nesta segunda-feira (20) a Operação Conversão, no Pelourinho, região com grande fluxo de turistas, em Salvador. O objetivo, de acordo com a PF, é combater o câmbio ilegal, feito sem autorização do Banco Central.

Cerca de 15 policiais cumpriram quatro mandados de busca e apreensão na sede de quatro empresas de turismo da região. Com a apreensão de documentos e materiais, a PF vai investigar as empresas que vendiam moeda estrangeira de forma ilegal. Mesmo sem autorização, os estabelecimentos anunciavam publicamente o serviço de câmbio devido ao aumento do fluxo de turistas neste período. 

De acordo com a PF, a troca de moedas só pode ser feita mediante autorização do Banco Central, que “assegura a estabilidade e o controle de crédito.” Caso contrário, a instituição deixa de ter conhecimento dessas informações e passa a regular o mercado financeiro com base em dados incorretos. 

Nas lojas do Pelourinho, foram apreendidos documentos, mídias e diversos valores em moeda estrangeira. Uma empresa que operava sem autorização foi flagrada pela PF. 

O próximo passo da operação é uma perícia e o encaminhamento dos valores apreendidos para a Justiça. Os envolvidos, se condenados, podem pegar pena de um a quatro anos de prisão.