Acordo de delação: Justiça ouve Marcelo Odebrecht nesta sexta-feira

O ex-presidente do Grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht, prestou depoimento, na manhã desta sexta-feira (27), ao juiz auxiliar do ministro do Supremo Tribunal federal (STF), Teori Zavascki, Márcio Schiefler Fontes. O depoimento ocorreu na sede da Justiça Federal em Curitiba. Odebrecht está preso na carceragem da Polícia Federal (PF), na capital paranaense.

O objetivo da audiência é validar o acordo de delação do executivo, que foi condenado a mais de 19 anos de prisão por envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras, investigado pela Operação Lava Jato.

As delações da Odebrecht reúnem 77 executivos, e são as mais esperadas pela Operação Lava Jato. A expectativa é de que sejam citados cerca de 200 políticos. O depoimento de Marcelo Odecbrecht deve encerrar as audiências.

Antes da morte do ministro Teori Zavascki, num acidente de avião no dia 19 de janeiro, em Paraty, a expectativa era de que o sigilo sobre as delações fosse retirado em fevereiro. Teori era o relator responsávelpela Lava Jato no STF. 

Agora, a expectativa é pela definição de para quem a relatoria será transferida. A presidente do STF, Cármen Lúcia, tem se reunido com ministros para decidir o critério de escolha, que poderá ser porsorteio ou indicação. A definição deve acontecer após o fim do recesso do judiciário, em fevereiro. 

Há ainda a expectativa de que a própria ministra Cármen Lúcia valide as delações de executivos da Odebrecht, agilizando