Mais 2 moradores de rua morrem de frio na Itália

Intensa onda de mau tempo fez nevar até em praias do sul

A intensa onda de neve e frio que vem atingindo a Itália desde a última quinta-feira (5) causou a morte de mais dois moradores de rua na madrugada deste sábado (7). Um homem de 48 anos foi encontrado sem vida em Florença e outro de 66 morreu dentro de uma residência abandonada na zona sul de Milão.

Os dois tinham origem polonesa e, as primeiras análises, indicam que morreram de hipotermia. Nesta sexta-feira (6), em Avellino, um outro morador de rua faleceu por causa do frio.

A onda de mau tempo continua sobre grande parte do território italiano durante este fim de semana. Em Salento, não havia registro de tanta neve desde 2001 e as praias da região estão cobertas por um manto branco. Episódios semelhantes, com acúmulo de até um metro de neve durante a madrugada, ocorreram na Púglia e em Basilicata. Ao norte da Sicília, no entanto, o frio virou atração nas Ilhas Eólias: há décadas não havia nevascas na região e tanto a praia como todas as estradas estão cobertas por grossas camadas de neve.