Acionistas da Oi afirmam que vão acatar e respeitar decisão da Anatel

Société Mondiale se colocou à disposição para discutir tema com agência reguladora

O fundo Société Mondiale comentou, nesta terça-feira (8), a decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de proibir a participação de pessoas indicadas pelo fundo de investimentos nas assembleias do Conselho de Administração da empresa de telecomunicações Oi.

O Société Mondiale informou, por meio de nota, que vai respeitar a decisão. O Fundo afirmou, também, que sempre cumpriu rigorosamente as instruções estabelecidas pelo órgão regulador e que se coloca à disposição para discutir o tema com a Anatel.

Veja na íntegra a nota do fundo de investimento em ações:

"O fundo Société Mondiale foi comunicado da medida cautelar expedida hoje pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e informa que respeitará a decisão efeito imediato.

Não obstante, o fundo entende que sempre cumpriu rigorosamente as instruções estabelecidas pelo órgão regulador e se coloca à disposição para discutir o tema diretamente com a Anatel.

O Société Mondiale está convicto de que os acionistas da Oi e as autoridades regulatórias compartilham dos mesmos objetivos: o soerguimento da companhia, a melhoria da qualidade dos serviços prestados aos mais de 70 milhões de clientes e a preservação de mais de 140 mil empregos diretos e indiretos.

A Oi é uma empresa com enorme potencial de expansão no momento em que o Brasil retoma a capacidade de crescimento."

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais