'Business Insider': Lava Jato completa dois anos sem nenhum político preso

Reportagem cita Cunha, Renan, Collor e afirma que outros 53 parlamentares são investigados

Matéria publicada pelo jornal de negócios Business Insider analisa que a Operação Lava Jato completou dois anos no final de agosto, e embora muitos políticos estejam envolvidos em denúncias de corrupção ligados a Petrobras e outras estatais brasileiras, nenhum deles foi preso até o momento.

A reportagem destaca o caso do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acusado de manter dinheiro de maneira ilegal no exterior, ter recebido propina em contratos de navios-sonda da Petrobras, sonegação de impostos, evasão de divisas, entre outros crimes.

> > After Brazil's Rousseff ousted, what about corruption probe?

Business Insider acrescenta que além de Cunha, outros 53 parlamentares são investigados por envolvimento na Lava Jato, bem como ministros do Tribunal de Contas da União e a ex-presidenta Dilma Rousseff. Entre eles está o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o senador Fernando Collor de Melo, ambos do PMDB.