'HP': Brasil agora tem um presidente que ninguém elegeu

Reportagem diz que 59% dos brasileiros não votariam em Michel Temer

Matéria publicada nesta sexta-feira (2) pelo Huffington Post conta que o Brasil tem um novo presidente após o Senado do país votar pela cassação de Dilma Rousseff, pondo fim a um longo  processo de impeachment.

Segundo a reportagem do noticiário americano a medida controversa culminou com a posse de Michel Temer, ex-aliado e vice de Dilma Rousseff como presidente do país.Temer, do partido político conservador PMDB, esteve na posição de interino no cargo durante 111 dias.

> > The Huffington Post Brazil Now Has A President No One Voted For

A publicação diz que Michel Temer assume em um momento em que o país está no meio de uma crise econômica e política desastrosa. Vale lembrar que o mesmo foi vaiado na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016, no mês de agosto, e em junho foi negou as acusações de que teria aceito um suborno de US $ 300.000 ligados a contratos de uma empresa de energia nuclear.

Huffington Post conclui que apesar da impopularidade de Temer - uma pesquisa de opinião em abril mostrou que 58 por cento dos brasileiros não votaria nele para presidente - ele conseguiu emergir das profundezas de sua condição decorativa e assumir o posto mais alto de chefe de Estado da nação. O presidente que não foi eleito democraticamente deve cumprir mandato até 2018, quando acontecerão as próximas eleições presidenciais do Brasil. 

Leia também

> > 'The Telegraph': Impeachment causa crise diplomática na América Latina

> > 'The New Yorker': O Brasil após Dilma Rousseff

> > 'Time': Impeachment de Dilma é início da crise do Brasil, não o fim

> > 'Clarín': Macri e Xi Jinping discutem investimentos da China na Argentina

> > 'Clarín': Os desafios que Temer já enfrenta