Renan Calheiros vai ser pronunciar nesta tarde sobre decisão de Maranhão

Resposta de presidente do Senado é uma incógnita até mesmo para os mais próximos

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), irá se pronunciar às 16h desta segunda-feira (9) a respeito da decisão do presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), de anular as sessões dos dias 15, 16 e 17 de abril que aprovaram o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

No início da tarde desta segunda-feira, Renan recebeu diversos senadores governistas e de oposição. Passaram pela residência oficial do presidente do Senado Romero Jucá (PMDB), Jorge Viana (PT), Eunício Oliveira (PMDB) e Ronaldo Caiado (DEM) e José Agripino Maia (DEM), Fernando Bezerra (PSB), Omar Aziz (PSD) e Antonio Anastasia (PSDB).

A expectativa pelo anúncio da decisão de Renan Calheiros se deve ao fato de que ela vai avalizar ou não a decisão de Maranhão. A resposta do presidente do Senado à reviravolta na manhã desta segunda-feira é uma incógnita até mesmo para os mais próximos do peemedebista. Renan tem sérias desavenças com Michel Temer, que assumiria o governo em eventual impeachment, ao passo que já foi apontado como um dos principais aliados da presidente Dilma no Congresso Nacional.