Estado de saúde de Delcídio do Amaral, preso há três meses, piora

Médicos acompanham nódulo na garganta de senador. Na terça, ele passa por cirurgia

Médicos estão monitorando um nódulo na garganta do senador Delcídio do Amaral (sem partido - MS), de acordo com informações da coluna de Lauro Jardim, no jornal O Globo deste domingo (3).

Os três meses de prisão agravaram alguns problemas de saúde do senador. Na próxima terça-feira (5), Delcídio vai retirar a vesícula, numa cirurgia no Sírio-Libanês, em São Paulo. Em seguida, o parlamentar vai passar por mais uma cirurgia, para a retirada de pólipos intestinais.

Delcídio foi preso por planejar a fuga do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, para evitar a delação premiada do ex-executivo da estatal. Segundo a Polícia Federal, que cumpriu mandado de prisão do Supremo Tribunal Federal (STF), as gravações da tentativa de Delcídio de obstruir as investigações da Lava Jato foram realizadas por Bernardo Cerveró, filho do ex-diretor.

Recentemente, com a publicação na revista IstoÉ de delação premiada até então não homologada, Delcídio perdeu as chances de ter o mandato parlamentar salvo no Conselho de Ética do Senado. Os senadores vinham resguardando o mandato do ex-petista. Com a delação, muitos dos nomes do Senado foram expostos pelo parlamentar.