"Ter um quadro de paz é fundamental", pede Dilma

Presidente discursou no Palácio do Planalto nesta terça-feira 

A presidente Dilma Rousseff discursou no Palácio do Planalto nesta terça-feira (8), apontando 'paz' e 'tolerância' como fundamentais ao governo para que se combata a crise e se retome o crescimento. 

A cerimônia marcou a regulamentação de uma lei que prevê cirurgias reparadoras, pelo Sistema Universal de Saúde (SUS), a mulheres vítimas de agressões. 

Ao longo do discurso, Dilma reconheceu o Brasil como um país tolerante, mas ressaltou que, no momento atual, "é necessário que a gente repita a importância da tolerância".

"A pacificação da sociedade é muito importante. Não haver violência sob a forma que ela eventualmente possa assumir, mas ter um quadro de paz é fundamental, principalmente para os governos que precisam de paz para que possamos ter condições de enfrentar a crise e retomar o crescimento", disse a presidente.

"O Brasil passa por uma fase em que fica claro que não é possível que a gente não veja aqui um dos componentes que atrasa a retomada do crescimento: a sistemática crise política em que o Brasil, de forma episódica, tem se submetido. Episódica porque vai e vem", complementou.

Lembrando do Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta terça, Dilma ainda prometeu "tolerância zero" com a violência praticada contra a mulher, até o final de seu governo. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais