Líder do governo critica obstrução da oposição às votações na Câmara

O líder do governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), criticou nesta terça-feira (8) a oposição por obstruir votações na Casa e afirmou que os parlamentares da base aliada ao Executivo estão unidos para aprovar projetos importantes para o Brasil. “Não interessa ao País a Câmara sem funcionamento”, disse o líder.

Guimarães reafirmou que o governo quer celeridade no processo de impeachment. “Desde o ano passado, estamos prontos para vencer essa questão. Já existe uma decisão clara e pacificada [no Supremo]”, destacou o deputado.

O líder informou ainda que o governo deverá lançar a segunda fase do Pronatec, o Minha Casa Minha Vida 3, e liberar créditos para a micro e pequena empresa como forma de combater a crise econômica. Segundo ele, o Executivo não está parado. “Há sinais de que a inflação está diminuindo, melhoras nas commodities  e duas reduções das tarifas de energia”, afirmou.

Votações

Guimarães garantiu que o governo está dialogando com o Congresso Nacional sobre o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 315/16, que muda a forma de cálculo das dívidas de estados e municípios com a União. “O governo avançou nas negociações com os governadores, com o o alongamento do prazo e liberação dos empréstimos internacionais”, disse.

O parlamentar disse que, em relação à Proposta de Emenda à Constituição 1/15, conhecida como PEC da Saúde, o governo está buscando a construção de um texto de consenso com a deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), que foi relatora na comissão especial sobre o tema.

Manifestações

Sobre as manifestações marcadas para o próximo dia 13, José Guimarães afirmou que o governo defende o livre direito à manifestação e entende que isso está dentro da normalidade democrática.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais