Senador Christovam Buarque faz críticas ao PDT e precipita sua saída do partido

Insatisfeito com os rumos do PDT - desde o apoio da legenda ao Planalto até a cogitação do nome de Ciro Gomes para concorrer à Presidência da República em 2018 -, o senador Christovam Buarque (PDT-DF) deu mais sinais de que poderá deixar o partido em breve.

Em sua conta no Twitter, Christovam disse que o PDT traiu o povo e que seria traidor se nele permanecesse. "Quando um partido vira-casaca, vira-casaca é quem fica nele. Quando um partido trai o povo, traidor é quem fica nele", criticou.

Um dos quadros mais tradicionais do partido, o senador foi preterido na eventual futura disputa interna para indicação de candidato em 2018. Christovam não tem a simpatia do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, que manifesta apoio a Ciro Gomes.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais