Haddad tem pior avaliação desde início de sua gestão

O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), teve sua pior avaliação desde janeiro de 2013, quando teve início sua gestão na capital. Os dados são do Datafolha, que, em pesquisa publicada nesta segunda-feira (2) pela Folha de S. Paulo, informou que 49% dos paulistanos reprovam a atual administração, considerando-a ruim ou péssima.

Outros 34% avaliam o governo do petista como regular, enquanto 15% veem a gestão de Haddad como ótima ou boa. A aprovação do prefeito chega a 52% nas famílias com renda mensal de até dois salários mínimos. Sua rejeição, em contrapartida, é maior (53%) nos habitantes que ganham mais de cinco salários mínimos por mês. 

Dentre as medidas polêmicas tomadas por Haddad que podem ter influenciado em sua popularidade estão o fechamento da Avenida Paulista para carros e demais veículos aos domingos e a redução da velocidade máxima em ruas e avenidas de São Paulo. Ainda de acordo com o Datafolha, entrevistados contrários e favoráveis à referida redução da velocidade somam 47% cada.