Nota da oposição contra Cunha foi "besteira", diz Paulinho da Força

Um dos líderes do movimento que pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff, o deputado Paulinho da Força (SDD-SP) disse que a nota divulgada pelos partidos PSDB, DEM, PPS, PSB e o Solidariedade foi "um erro, uma besteira". A informação é da coluna de Mônica Bergamo, na "Folha de S.Paulo" desta segunda-feira (12).

Segundo o parlamentar, comunicado "não acrescentou nada e só criou dificuldade para o nosso lado". As legendas já haviam combinado com Cunha uma forma de fazer o processo de impeachment andar na Câmara e, agora, com a iniciativa da oposição ao governo, o plano estaria sendo colocado em risco.

Paulinho da Força disse ao jornal que a reação do presidente da Câmara o assustou. "O Eduardo ficou puto. Agora temos que consertar a m... que fizemos. Eu achei que tínhamos jogado a criança fora junto com a água, fiquei com essa impressão".

O deputado afirmou que os líderes da oposição se reunirão para tentar "consertar" o problema e manifestar apoio a Eduardo Cunha.

O presidente da Câmara foi denunciado pelo Ministério Público Federal ao Supremo Tribunal Federal por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Já o Ministério Público da Suíça enviou informações ao Brasil comprovando a existência de contas bancárias ocultas em nome de Cunha e de familiares naquele país.

Nesta terça-feira (13), parlamentares do Psol entrarão com representação no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados pedindo a cassação do mandato de Cunha por quebra de decoro parlamentar.