Eduardo Cunha diz que FHC não precisa dele para promover livro

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), criticou as declarações do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sobre suposto pedido de parlamentares para que o deputado peemedebista ocupasse uma diretoria da Petrobras no governo do tucano.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, na edição desta segunda-feira (12) da "Folha de S.Paulo", Cunha afirmou que FHC não precisa dele para promover seu livro. 

"Fernando Henrique não precisa de escada em mim para poder promover o livro dele. Mas eu, por questão de educação, não vou remeter a fatos pretéritos da época em que eu estava na Telerj", disse Cunha, que presidiu a telefônica do Rio nos governos de Fernando Collor e de Itamar Franco, em que FHC foi ministro da Fazenda.

A declaração de FHC está no livro "Diários da Presidência", que será lançado no final do mês, e foi antecipado na edição de outubro da revista "piauí".