Janot confirma contas de Cunha na Suíça

Informação do Procurador-Geral da República foi transmitida ao deputado Chico Alencar

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, confirmou a existência de contas secretas do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e de beneficiários na Suíça, reiterando os relatórios enviados pelo Ministério Público suíço ao Brasil. A informação é do líder da bancada do Psol na Câmara, deputado Chico Alencar (Psol-RJ).

"Fizemos, na semana passada, um ofício ao Procurador-Geral da República para que ele, de maneira oficial, comfirmasse se há mesmo a existência de contas, em nome do Cunha ou de algum beneficiário para ele. Hoje, ele mandou uma resposta confirmando tudo", afirmou o parlamentar do Psol, que liderou nesta quarta-feira (7) o grupo de deputados que pedem à cassação de Cunha na Corregedoria da Casa.

>> Banco suíço informa que Cunha tem US$ 2,4 mi bloqueados

Chico observou que Janot foi muito cuidadoso na transmissão da informação, já que se trata de investigação sigilosa. "Ele teve a cautela de não aprofundar, não detalhar nada além do que perguntamos, porque é uma investigação criminal que não pode estar muito exposta".

Para o deputado do Psol, a confirmação dará embasamento à representação que ele e outros parlamentares farão no Conselho de Ética da Câmara. 

Eduardo Cunha é investigado por lavagem de dinheiro e corrupção passiva no âmbito da operação Lava Jato e já foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo Ministério Público Federal (MPF).