BNDES acompanha com tranquilidade instalação de CPI sobre o banco

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) distribuiu nota nesta sexta-feira (17) informando que acompanha com tranquilidade as notícias relacionadas à instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito sobre o banco, autorizada nesta sexta-feira pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O BNDES informa ter "absoluta certeza" de que será capaz de atender a todos os pleitos da comissão, demonstrando, de maneira clara, a contribuição efetiva que o banco tem dado para o desenvolvimento do Brasil. "Como instituição pública, o BNDES tem o dever de prestar contas à sociedade brasileira, o que tem demonstrado de maneira cabal com as iniciativas recentes que colocaram o banco na vanguarda no que se refere a práticas de transparência", ressalta o comunicado.

O foco da CPI do BNDES são os empréstimos concedidos a empreiteiras e demais empresas investigadas na Operação Lava Jato. De 2003 a junho de 2014, o banco concedeu financiamentos de R$ 2,4 bilhões a essas empresas. Também serão investigados os empréstimos para empresas frigoríficas e do grupo do empresário Eike Batista, além de empréstimos concedidos a outros países, como Angola e Cuba, cujas operações foram classificadas como secretas.

>> Cunha autoriza criação de CPI para investigar BNDES