A atletas que vão ao Pan, Dilma fala em superação e orgulho de 'muitas medalhas'

Presidente conheceu a mascote Ginga em evento no Rio de Janeiro

A presidenta Dilma Rousseff participou, nesta terça-feira (23), da apresentação da mascote Ginga - uma onça-pintada - do Time Brasil, delegação organizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) para representar o país nos jogos Pan-Americano em Toronto, em julho. A cerimônia aconteceu no Rio de Janeiro, em comemoração ao Dia Olímpico.

Bem-humorada e sorridente, Dilma foi recebida de forma calorosa por um grupo de crianças, que abraçaram a presidenta. Ao lado do prefeito do Rio, Eduardo Paes, e do governador Luiz Fernando Pezão, ela assistiu a apresentação de salto ornamental e nado sincronizado de medalhistas brasileiros. 

Em seu discurso, Dilma lembrou que faltam 409 dias para o início da  Olimpíada no Rio, que deve estar preparado até lá para ser o grande centro esportivo do mundo. "Milhões de pessoas vão assistir aqui (Rio) ao evento", destacou a presidenta.

Ela disse que o momento é dos atletas se superarem e que as crianças, principalmente, serão herdeiras do legado das olimpíadas. Dilma finalizou desejando sorte para os atletas que vão embarcar para Toronto, dizendo que eles estarão amparados com a torcida verde amarela.

"O resultado será o orgulho de muitas medalhas", disse, classificando o momento como uma "oportunidade única". Após a foto oficial com a mascote, a presidenta participou de uma reunião fechada com o prefeito, o governador e representes do COB, para discussão de ajuste no projeto olímpico.

Atletas de ginástica olímpica, saltos ornamentais e nado sincronizado deram uma pequena demonstração do espetáculo esportivo que vão levar para as competições em Toronto, que acontecem entre 10 e 26 de julho. O evento contou ainda com atletas  mirins das comunidades da Cidade de Deus, Borel, Babilônia e Chapéu Mangueira que fizeram performance  em modalidades como esgrima, judô e taekwondo.

O Time Brasil embarca para Toronto a partir da próxima sexta (26), onde disputará medalhas nos Jogos Pan-Americanos. A delegação é formada por 600 atletas e mais 300 profissionais, entre eles treinadores, fisioterapeutas e médicos. Esportistas renomados e medalhistas olímpicos também vai acompanhar o time para prestar apoio técnico.

O COB pretende classificar o Time Brasil entre os três primeiros países no quadro total de medalhas das modalidades olímpicas e bater o recorde do país conquistado no ano de 2007.

Competições em Toronto vão exigir maior responsabilidade do atleta

O diretor de esportes do COB, Marcos Vinícius, explica que os jogos do Pan em Toronto servirão como preparação para os Jogos Olímpicos de 2016. "Esses jogos Pan-Americanos são diferentes que estamos acostumados. Na maioria deles vamos para as classificações olímpicas, este com as olimpíadas no Brasil, é uma preocupação forte, em função disso vamos com as metas traçadas para cada esporte", destaca Marcos Vinicius.

O dirigente considerou que o mascote brasileiro vai servir para  reforçar ações de aproximação entre atletas e torcedores que estão sendo investidas pelo COB desde o ano passado. Ele citou a criação da marca do Time Brasil, que faz alusão à união dos 42 times integrantes, além das músicas que estão em produção para representar a delegação, a torcida. "A ideia é a torcida apoiar o Time Brasil através destas iniciativas", complementa.

A Vila do Pan será aberta no dia 5 de julho, em Toronto. Mais de seis mil atletas de 41 países das Américas vão disputar medalhas em 52 modalidades de 36 tipos de práticas esportivas. O Time Brasil terá sua solenidade de chegada no dia oito de julho.  O custo da delegação é de cerca de R$ 10 milhões, oriundos da Lei Agnelo/Piva.

Tony Garrido: "o Time Brasil torce por você, Brasil"

O cantor e compositor Tony Garrido é muito mais do que padrinho do Time Brasil, ele vem atuando há mais de um ano como curador cultural da delegação. "É entender e captar o pensamento olímpico para criar os jingos", explica ele.

Garrido, neste período, assistiu às competições e participou da rotina do Time Brasil para produzir o trabalho artístico referente a atuação do clube nos jogos do Pan em Toronto e, futuramente, na Olimpíada de 2016.