PM faz bloqueio em festa rave na região de Curitiba e leva 39 pessoas à delegacia

Foram apreendidos entorpecentes, um revólver, litros de clorofórmio e R$ 2 mil em dinheiro

Policiais militares do 17º Batalhão de Polícia Militar (17º BPM) realizaram uma operação de bloqueio em uma festa rave na cidade de São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (PR), que resultou no encaminhamento de 39 pessoas à delegacia, entre adultos e adolescentes. Na ação, que ocorreu na madrugada deste domingo (21), foi apreendido um revólver e entorpecentes como cocaína, ecstasy e LSD, além de litros de clorofórmio e mais de R$ 2 mil em dinheiro.

Após algumas informações levantadas pela equipe do Serviço Reservado do Batalhão, os policiais realizaram uma operação de bloqueio na rua João Gomes Vieira, no bairro Guatupê, que é um dos acessos à chácara, localizada em Piraquara, onde acontecia uma festa rave. A ação, que iniciou-se às 18h e seguiu até às 21h, resultou no encaminhamento 35 adultos e quatro adolescentes. Deste total, nove pessoas foram autuadas por tráfico de drogas (sendo um adolescente) e 30 por uso (Termo Circunstanciado) - sendo três adolescentes. Um dos envolvidos foi conduzido também por falsidade ideológica.

Durante a ação, que contou com atuação de 68 policiais militares, foram apreendidos um revólver calibre 38 com cinco munições, 77 comprimidos ecstasy, 234 gramas maconha, 11 gramas de cocaína, 2,2 litros de clorofórmio, 29 pontos de LSD, um grama de ketamina, R$ 2.113,00 em dinheiro, aparelhos celulares e um dichavador.

Os adultos foram conduzidos à Delegacia de São José dos Pinhais e os adolescentes à Delegacia do Adolescente também em São José dos Pinhais, juntamente com as drogas e entorpecentes apreendidos, para que as medidas cabíveis fossem tomadas.

Participaram da operação a Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM), a Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM), o Grupo Pró Ativo (GPA), os grupos táticos da 1ª, 2ª e 3ª Companhia e o Módulo Móvel todos do 17º BPM, além do Batalhão de Polícia de Guarda (BPGD), da Companhia com Cães do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e integrantes do 6º CRPM.

*Da Agência de Notícias do Paraná